Posts marcados ‘quarta’

Tour da Califórnia: Chris Horner vence etapa duríssima e é o novo líder

A 4ª Etapa do Tour da Califórnia passou por montanhas dignas de Giro d’Itália. O percurso de 131 km tinha três subidas de categoria 4 uma HC e uma chegada no final de uma subida de categoria 1.

Cris Horner (RadioShack), escalou brilhantemente a última montanha, a Sierra Road, abrindo 1:15 de vantagem sobre seus adversários.

A fuga do dia

Um grupo de dez ciclistas abriu uma fuga nos 20 primeiros km de prova. A fuga chegou a abrir uma vantagem de 4 minutos sobre o pelotão. Dentre os dez estava o campeão mundial Thor Hushovd, provavelmente o sprinter queria abrir uma vantagem sobre o grupo, para evitar de perder muito tempo em relação ao pelotão durante as fortes subidas do dia.

Junto com Hushovd estavam: Martin Pedersen (Leopard-Trek), Lars Boom (Rabobank), Rubens Bertogliati (Team Type 1-sanofi aventis), Will Routley (Spidertech), Ben Jacques-Maynes (Bissell), Jeremy Vennell (Bissell), Alastair Loutit (Jelly Belly p/b Kenda), Jesse Anthony (Kelly Benefit Strategies-OptumHealth) e James Stemper (Kenda/5-hour Energy).

A fuga conseguiu acumular alguns pontos de montanha, mas no começo do Mount Hamilton, o HC do dia, a RadioShack que vinha comandando o pelotão, rapidamente buscou os escapados, Jacques-Maynes e Vennell foram ou últimos a serem pegos.

O Mount Hamilton

A penúltima subida do dia era o Mt. Hamilton, uma subida de 7km, com 8,4% de inclinação média e 1259 de ganho de altitude. A RadioShack fez um trabalho incrível na subida, imprimiu um forte ritmo e dispensou grande parte do pelotão. Mas o ritmo não foi suficiente para deixar os líderes da Classificação Geral para trás, tirando Ben Swift e Greg Handerson da Sky, que são sprinters e logo sobrabram.

Vídeo do Final da Subida do Mt Hamilton

A descida

Assim que a RadioShack trouxe o pelotão para o alto do Mt. Hamilton, Ryder Hesjedal (Garmin-Cervêlo) atacou e Paul Martens (Rabobank) foi junto com ele. Hesjedal, que é Ex-Mountain Biker, deu uma aula sobre como descer montanhas. Em uma descida extremamente técnica e longa, com mais de 30 km de curvas fechadas, o ciclista da Garmin abriu 1:00 de vantagem, isso porque ele diminuiu o ritmo para esperar Martens, que passou reto em uma curva, mas logo voltou para a estrada.

A chegada na Sierra Road

Os dois escapados chegaram ao pé da última subida do dia, com 5,6 km, 9,4% de inclinação média e máxima de 15%. Uma parede! Eles estavam a 50 segundos de vantagem sobre o pelotão. Logo nos primeiros metros da subida, Paul Martens ficou para trás e Ryder Hesjedal seguiu sozinho.

A Radio Schack continuou comandano o pelotão, Chris Horner e Levi Leipheimer, capitão da RadioSchack, logo se destacaram do pelotão. Faltando um pouco mais de 3,5 km, os dois chegaram em Hesjedal. Foi quando a surpresa do dia aconteceu. Todos esperavam que Leipheimer iria partir para a vitória, mas isso não aconteceu. Cris Horner começou uma aceleração e os outros dois não conseguiram acompanhar. Horner seguiu montanha acima em um ritmo muito forte, ele abriu 1:15 sobre o segundo grupo no final do percurso e é o novo líder da prova.

A dupla Hesjedal e Leipheimer foi pega por um grupo formado por: Andy Schleck (Leopard-Trek), Tom Danielson (Garmin-Cervêlo) e Rory Sutherland (UnitedHealthcare), que se mostrou um excelente ciclista conseguindo acompanhar o forte ritmo da subida. Schleck venceu a disputa do segundo lugar.

Vídeo dos últimos quilômetros


Resultados:

Resultados Etapa:

  • 1 Chris Horner (RadioShack) in 3:27:51
  • 2 Andy Schleck (Leopard-Trek) at 0:01:15
  • 3 Rory Sutherland (UnitedHealthcare)
  • 4 Levi Leipheimer (RadioShack)
  • 5 Thomas Danielson (Garmin-Cervelo)

Classificação Geral

  • 1. Chris Horner (RadioShack)
  • 2. Levi Leipheimer (RadioShack) at 1:15
  • 3. Tom Danielson (Garmin-Cervelo) at 1:22
  • 4. Christian Vande Velde (Garmin-Cervelo) at 1:29
  • 5. Rory Sutherland (UnitedHealthcare) at 1:30

5ª Etapa: Seaside → Paso Robles (217 km) – Média montanha

Vejam o vídeo da 5ª etapa!


Altimetria


Assista Ao Vivo: 

Amanhã a partir de 05:00 da tarde!

http://tracker.amgentourofcalifornia.com/

Giro d’Itália – 6ª Etapa: Francisco Ventoso vence Petacchi na chegada. Weening continua líder

A etapa de hoje foi um sobe e desce sem parar. O percurso de 216 km entre Orvieto e Fiuggi Terme era muito sinuoso, mas somente uma das subidas era categorizada,  logo no início da corrida, no km 41, os ciclistas passaram pela Soriano Nel Cimino, subida de categoria 4.

Como a etapa tinha um certo nível de dificuldade, mas nada de assustar, os candidatos à Camisa Rosa aproveitaram para descansar no pelotão. Até porque amanhã será uma etapa de subida daquelas e eles vão precisar estar descansados.

A fuga do dia

Logo no início da etapa, no quilômetro 15, cinco ciclistas formaram uma fuga: Sacha Modolo (Colnago-CSF), Kristof Vandewalle (Quick Step), Yaroslav Popovych (RadioShack), Frederik Veuchelen (Vacansoleil-DCM) e Jussi Veikkanen (Omega Pharma-Lotto). Como nenhum deles oferecia risco para os líderes da competição, o pelotão demorou a buscá-los. Com 90 km para o final, a fuga tinha uma vantagem considerável de 6 minutos.

Quando as equipes dos sprinter começaram a perceber que a etapa poderia ir para a chegada com o pelotão compacto, começaram a apertar o ritmo. No km 40 a fuga começou a se desfazer, Modolo  foi o primeiro a sobrar. O último a se render foi Kristof Vandewalle (Quick Step), que só foi alcançado faltando 2km para o final.

A chegada

A chegada foi interessante, uma vez que os sprinters, que suportaram as subidas e ainda estavam no pelotão, estavam muito cansados. Faltando 1 km para o final, Danilo Di Luca atacou muito forte e chegou a abrir uma vantagem considerável do pelotão. Mas as equipes não o deixaram ir embora. Francisco Ventoso (Moviestar) antecipou o sprint e Alessandro Petacchi (Lampre) veio em sua roda. Mas as subidas acabaram com as pernas de Petacchi, ele chegou a emparelhar com Ventoso, mas não aguentou. O ciclista da Moviestar olhou para trás, viu Petacchi morto em cima de bicicleta e comemorou sua vitória.

Vídeo dos melhores momentos

Resultados:

Classificação da Etapa

  • 1. Francisco José Ventoso Alberdi (ESP), Movistar, in 5:15:39
  • 2. Alessandro Petacchi (ITA), Lampre-ISD, s.t.
  • 3. Roberto Ferrari (ITA), Androni Giocattoli-Serramenti PVC Diquigiovanni, s.t.
  • 4. Danilo Di Luca (ITA), Team Katusha, s.t.
  • 5. Davide Appollonio (ITA), Team Sky, s.t.
Classificação Geral
  • 1. Pieter Weening (Netherlands), Rabobank Cycling Team, in 20:15:12
  • 2. Kanstantsin Sivtsov (Belarus), HTC-Highroad, at 0:02
  • 3. Marco Pinotti (Italy), HTC-Highroad, at 0:02
  • 4. Christophe Le Mevel (France), Garmin-Cervelo, at 0:05
  • 5. Pablo Lastras Garcia (Spain), Movistar, at 0:22

7ª Etapa: Maddaloni → Montevergine di Mercogliano. Amanhã o BICHO VAI PEGAR!

Amanhã é dia de montanha. A etapa será o estágio de estrada mais curto, serão 110 km, mas com um pequeno detalhe no final: Uma subidinha de 22 km e 5% de inclinação média em direção ao Santuario di Montevergine. Foto abaixo.

Além desse monstro no final, no km 66, os ciclistas passarão por uma subida de categoria 2, com 10 km de extensão e 5 % de inclinação média, a Serra della Strada, que provavelmente vai despedaçar o pelotão.

Montevergine di Mercogliano, recentemente, foi palco de uma bela briga. Em 2007, em um dia nublado e chuvoso, o pelotão, esticado e despedaçado, subiu as curvas “cotovelo” da montanha em um ritmo alucinante. No ultimo km, um grupo de uns 20 ciclistas fizeram uma chegada no alto da montanha. Faltando 200 metros, Danilo Di Luca e Riccardo Ricco, ambos suspensos por doping posteriormente, foram para o sprint. Di Luca levou a melhor!

Vejam o vídeo de 2007. Vale a pena ver!

Dá uma olhada na altimetria


Assista Ao Vivo: 

Amanhã a partir de 07:15 da manhã!

http://videochat.gazzetta.it/index_giro.shtml

http://www.rai.tv/dl/RaiTV/

http://www.fromsportcom.com/v-2/6/20/v-262001.html

cyclingfans.com

Outras Etapas

Para ver informações sobre as outras etapas do Giro leia as matérias: Giro Etapas 1 a 7, Giro Etapas 8 a 14, Giro Etapas 15 a 21.

Giro d’Itália – 5ª Etapa: Peter Weening vence escapado! Dia de muitas quedas

Hoje foi um dia bastante intenso no Giro. A etapa entre Piombino e Orvieto de 191km, passou pela famosas estradas de cascalho branco da Toscana. Nos últimos 40 km os ciclistas passaram por três trechos de estradas de chão, totalizando 19 quilômetros de muita poeira.

Muitas quedas ocorreram hoje, parte delas ocorrida na estrada de chão e outras, provavelmente causadas pelo estado de nervos que os atletas se encontram, devido ao acidente da 3ª etapa. O camisa Rosa, David Millar (Garmin-Cervêlo), se enroscou com Algel Vicioso, vencedor da terceira etapa e caíram os dois. Veja o vídeo.

A fuga de 160 quilômetros

Com 12 km, Martin Kohler (BMC), atacou e escapou do pelotão. Kohler conseguiu se manter a frente do pelotão por 160 km sozinho. É muito chão!

Quando chegou no primeiro trecho de estrada de chão, faltando 40 km para o final, Kohler ainda tinha uma vantagem significativa de 4 minutos sobre o pelotão. Com as dificuldades das curvas e descidas escorregadias da estrada de chão, o pelotão começou a quebrar e vários grupos foram se formando.

Faltando 15 km para o final Tom-Jelle Slagter (Rabobank) sofreu uma forte queda. Seu companheiros de equipe chamaram desesperadamente pelo carro dos médicos, Slagter estava consciente quando foi atendido pelos médicos e levado para o hospital.

A fuga de Kohler só teve final faltando 10 km para o final, quando John Gadret (Ag2r) e Peter Weening (Rabobank) o alcançaram.

Logo em seguida, Weening atacou e não foi mais alcançado. Ele chegou com 8 segundos de vantagem sobre o pelotão.

Ciclistas reclamaram da segurança da prova

Ao final da prova diversos ciclistas deram declarações sobre a segurança da prova. Durante os trechos de estrada de chão, as coisas ficaram bastante perigosas, muitas derrapagens, descontroles, problemas mecânicos e quedas.

Danilo di Luca declarou que acha errado colocarem, o que ele chamou de “trechos para Moutain Bike”, em corridas de ciclismo. Di Luca Inclusive perdeu o selim de sua bicicleta durante e etapa.

Quedas do dia


Os ciclistas pedem que a organização da prova se preocupem mais com a segurança do que com o ” show”. Eles dizem que a segurança dos atletas está sendo colocada de lado com o objetivo de fazer corridas mais emocionantes.

Vídeo dos melhores momentos da etapa

Resultados:

Classificação da Etapa

  • 1. Pieter Weening (NED), Rabobank Cycling Team, in 4:54:04
  • 2. Fabio Andres Duarte Arevalo (COL), Geox-TMC, at 8
  • 3. Jose Rodolfo Serpa Perez (COL), Androni Giocattoli-Serramenti PVC Diquigiovanni, at 8
  • 4. Christophe Le Mevel (FRA), Garmin-Cervelo, at 8
  • 5. Oscar Gatto (ITA), Farnese Vini-Neri Sottoli, at 8
Classificação Geral
  • 1. Pieter Weening (Netherlands), Rabobank Cycling Team, 14:59:33
  • 2. Marco Pinotti (Italy), HTC-Highroad, at 2
  • 3. Kanstantsin Sivtsov (Belarus), HTC-Highroad, at 2
  • 4. Christophe Le Mevel (France), Garmin-Cervelo, at 5
  • 5. Pablo Lastras Garcia (Spain), Movistar, at 22

6ª Etapa: Orvieto → Fiuggi Terme

A etapa de amanhã terá 216 km e terminará em uma cidade Spa. Fiuggi Terme, possui uma história interessante, sendo conhecida por ser um local responsável pela cura de enfermidades. No século 13, o Papa Boniface VIII disse que suas pedras nos rins foram curadas pelas águas minerais dos arredores de Fiugge Terme. Dois séculos depois Michelangelo também disse ter sido curado de pedras nos rins, que ele chamava de “as únicas pedras que ele não amava”.

A etapa não será plana, mas não possui nenhuma subida muito forte. No km 41, eles passarão pela única subida categorizada do dia, a Soriano Nel Cimino, subida de categoria 4. Depois entram em um sobe e desce até a chegada, mas nada com alto nível de dificuldade.

Antes da chegada, o pelotão enfrentará 10 km de uma subida leve, até chegarem no SPA!

Altimetria


Assista Ao Vivo: 

Amanhã a partir de 07:15 da manhã!

http://videochat.gazzetta.it/index_giro.shtml

http://www.rai.tv/dl/RaiTV/

http://www.fromsportcom.com/v-2/6/20/v-262001.html

cyclingfans.com

Outras Etapas

Para ver informações sobre as outras etapas do Giro leia as matérias: Giro Etapas 1 a 7, Giro Etapas 8 a 14, Giro Etapas 15 a 21.

Nuvem de tags