Posts marcados ‘Philippe Gilbert’

Tour de France – Informações sobre a 9ª Etapa: Oito montanhas! Será que vai ser duro?

3 Categoria 2, 3 Categoria 3 e 1 Categoria 1

Na próxima etapa teremos uma etapa bastante longa, com 208km entre as cidades de Issoire e Saint-Flour e muuuuuitas subidas. No total, serão 3658 metros de ganho de elevação. Serão três subidas de categoria 3, três de categoria 3 e duas de categoria 4, sendo que uma delas é a chegada!. São as seguintes subidas:

  • Cat. 3: Côte de Massiac – Km 43,5. Com 3,4 km e 6,2%;
  • Cet. 2 :Col du Pas de Peyrol (Le Puy Mary) – Km 99,5. Com 7,7 km e 6,2%;
  • Cat. 2: Col du Perthus – Km 116. Com 4,4 km e 7,9%;
  • Cat. 3: Col de Cère – Km 127,5. Com 2,9 km e 6,3%;
  • Cat. 3: Côte de la Chevade – Km 139,5. Com 3,0 km e 7,9%;
  • Cat. 2: Col de Prat de Bouc (Plomb du Cantal) – Km 154. Com 8,0km e 6,1%;
  • Cat. 4: Côte du Château d’Alleuze – Km 193. Com 2,0km e 4,9%;
  • Cat. 4: Saint-Flour Montée des Orgues – Km 208. Com 1,6 km e 6,1%.

Com esse monte de subidas, provavelmente teremos modificações na classificação geral e a chance de o dia terminar em fuga é enorme!

Informações sobre a etapa

Mapa

Altimetria

Tour de France – Informações sobre a 8ª Etapa: E começam as montanhas!

As primeiras montanhas do Tour

O final de semana começara com algumas subidas para os ciclistas. O percurso de 189km de extensão entre a cidade de Aigurande e Super-Besse Sancy, uma famosa estação de ski francesa, será praticamente toda subindo (vejam altimetria abaixo) além da leve acensão constante teremos quatro subidas categorizadas.

A primeira subida do dia é de categoria 4, será no km 65 e se chama Côte d’Évaux-les-Bains, com 1,7km de extensão e 6,2% de inclinação média. A próxima na lista é a de categoria 4, Côte du Rocher des Trois Tourtes no km 119, possui 1,3km de extensão e 4,6% de inclinação média. Depois, no km 164, chega a subida mais difícil do dia, a Col de la Croix Saint-Robert, com 6,2km de extensão e 6,2% de inclinação. A última montanha do dia é a chagada da prova, uma subida de categoria 3, com 1,5km de extensão é uma forte inclinação de 7,6%.

Nessa etapa, provavelmente ocorrerão diversas mudanças na Classificação Geral. Thor Hushovd, o atual líder da competição, dificilmente manterá a Camisa Amarela, uma vez que está somente 1 segundo na frente do segundo colocado e sua especialidade não são as subidas. Alberto Contador provavelmente deve tentar alguma coisa para recuperar o tempo perdido na primeira etapa, quando se envolveu em uma queda e perdeu 1:20 sobre os líderes.

Informações sobre a etapa

Mapa

Altimetria

Tour de France – Informações sobre a 7ª Etapa: Planinho, planinho!

Cavendish na primeira vitória de sua carreira em uma etapa do Tour

O Estágio mais rápido do Tour

A próxima etapa do Tour de France 2011, provavelmente será marcada por altíssimas velocidades. Serão 218km absolutamente planos! O pelotão partirá da famosa cidade de Le Mans, sede da tradicional corrida automobilística 24 Horas de Le Mans. A chegada também trará lembranças ao provável vencedor da próxima etapa. Châteauroux foi a cidade onde Mark Cavendish em 2008, com apenas 23 anos, venceu a primeira etapa no Tour de France em sua carreira.

As chances de uma chegada nervosa é enorme, se não ocorrer nenhum problema, com certeza o pelotão chegará compacto para a chegada. Tyler Farrar, Peter Sagan, Mark Cavendish, Alessandro Petacchi e Francisco Ventoso são os grandes favoritos para a etapa.

Amanhã provavelmente será o último estágio que Hushovd conseguirá manter a Camisa Amarela, uma vez que no sábado já começam a aparecer algumas montanhas no caminho!

Informações sobre a etapa

Mapa

Altimetria

Tour de France – Informações sobre a 6ª Etapa: A mais longa de 2011 – 227km

Mais uma etapa cheia de subidinhas

O sexto estágio será o mais longo da competição, com 227km e cortará a região da Normandia, famosa pelo Dia D na Segunda Guerra Mundial, no sentido oeste-leste e terminará em Lisieux (foto acima), cidade sede do Le Critérium de Lisieux, uma famosa competição de ciclismo que ocorre todos os anos após o Tour de France.

A organização do Tour gostou das montanhas-russas e chegadas em subidas. A próxima etapa da competição terá as duas coisas juntas. Um terreno com muitas subidas e descidas curtas e uma chegada logo após uma subida. Serão duas montanhas de categoria 3: no km 99,5 teremos a Côte de Saint-Michel de Montjoie, com 2,4km de extensão e 5,9% de inclinação. A segunda será no km 156,5, a Côte du Bourg d’Ouilly, com 2,7km de extensão e 5,6% de inclinação média.

Também haverá uma subida de categoria 4, mais para o final da prova no km 197, o Côte du Billot tem 1,3km e 6,5% de inclinação. Além de incontáveis pequenas subidas e descidas espalhadas por todo o percurso. Pela dificuldade do percurso, dificilmente os sprinters conseguirão ir para a chegada, o mais provável é que uma fuga vingue.

Informações sobre a etapa

Mapa

Altimetria

Tour de France – Resultados da 5ª Etapa: Cavendish faz milagre e vence a etapa

Cavendish surpreendeu todo mundo e venceu pela 16ª vez uma etapa do Tour

Em uma etapa cheia de tombos e confusões, Mark Cavendish que parecia estar morto na embalada e extremamente mal posicionado, conseguiu tirar um coelho da cartola e superou todos os seus adversários e conseguiu sua primeira vitória do Tour de France 2011 de forma incrível!

As quedas e as Fugas

A etapa de hoje foi marcada por diversos problemas, muitos tombos e problemas mecânicos. Os favoritos ao título Alberto Contador, Bradley Wiggins e Robert Gesink se envolveram em quedas mas voltaram para o pelotão. Tom Boonen se envolveu em uma queda e acabou chegando mais de 13 minutos atrás do pelotão e Janez Brajkovic da RadioSchack sofreu um forte tombo e abandonou o Tour.

Nos primeiros 5Kms da prova, quatro ciclistas se aproveitaram do pelotão relaxado e escaparam do grupo. A fuga chegou a abrir cerca de 6 minutos do pelotão, mas estes foram pegos pelo pelote cedo, faltando 45km para o final eles foram trazidos de volta para o grupo. Porém uma outra fuga acabou se formando, Thomas Voeckler e Jeremy Roy atacaram faltando 30km para o final e só foram pegos faltando 5km para a chegada

A chegada!

A dúvida do dia era se os sprinters iriam aguentar a montanha-russa que seria o estágio e os fortes ventos cruzados que atingiram o pelotão durante boa parte da etapa. Além do sobe-e-desce de 165km, logo antes da chegada, faltando 2,5km para o final, havia um trecho um uma leve subida e a chegada também tinha um leve aclive. Durante a primeira subida Cavendish estava visivelmente cansado. No último km, ele havia desaparecido da frente do pelotão, todos achavam que ele havia desistido da chegada.

Nos últimos 200 metros, Philippe Gilbert já estava sprintando para vencer a etapa, quando lá no fundo aparece Cavendish! O baixinho britânico arrancou de trás de todo mundo e despejou potência nos pedais. Ele cruzou a linha de chegada quase uma bicicleta na frente de Gilbert. O cara é forte demaaaais! Cavendish disse que essa foi uma das vitórias mais difíceis de sua carreira.

Vídeos

Melhores momentos

Resultados

Etapa

  • 1. Mark Cavendish, Htc – Highroad, in 3h 38′ 32″
  • 2. Philippe Gilbert, Omega Pharma – Lotto, at s.t
  • 3. Joaquin Rojas Jose, Movistar Team, s.t
  • 4. Tony Gallopin, Cofidis Le Credit En Ligne, s.t
  • 5. Geraint Thomas, Sky Procycling, s.t
Classificação Geral
  • 1. Thor Hushovd, Team Garmin – Cervelo, in 17h 36′ 57″
  • 2. Cadel Evans, Bmc Racing Team, at 00:01
  • 3. Frank Schleck, Team Leopard-Trek, at 00:04
  • 4. David Millar, Team Garmin – Cervelo, at 00:08
  • 5. Andréas KlÖden, Team Radioshack, at 00:10
Hoje mais tarde:
  • Fotos da 5ª etapa
  • Informações sobre a 6ª Etapa

Tour de France – Informações sobre a 5ª Etapa: Sobe-e-desce do começo ao fim!

A chegada será próxima ao belo Fort la Latte!

Um percurso fácil mais nem tanto…

A próxima etapa do Tour de France de 2011 será a terceira e última a percorrer a bela região da Bretanha na França. A 5ª etapa terá o terreno bastante acidentado, com pouquíssimas partes planas e muitas subidas e descidas pelas estradas estreitas e tortuosas da região. O estágio será relativamente curto, com somente 165km. A expectativa é que o dia o pelotão enfrente fortes ventos na segunda metade do percurso.

O trajeto de amanhã terminará na bela Cap Frehél, uma península no departamento francês de Côtes-d’Armor. Belíssima região localizada no litoral noroeste da França. Os ciclistas também passarão por Yffiniac, onde a lenda do Tour Bernard Hinault nasceu a 56 anos atrás.

Somente uma subida será categorizada na percurso Côte de Gurunhuel, ela fica no km 45, tem 2,2km de extensão e 5,1% de inclinação média, sendo uma subida de categoria 4. Por ser um estágio curto, existe a possibilidade de termos uma chegada, já que as subidas, apesar de muitas, não são tão fortes. Se os sprinters aguentarem o tranco, podemos ter uma chegadinha.

Informações sobre a etapa

Mapa

Altimetria

Tour de France – Resultados da 4ª Etapa: Cadel Evans vence em um final espetacular!

foto: AFP/Getty Image

Uma etapa espetacular!

A etapa de hoje foi muito show de bola! Boa parte do percurso foi por uma série de estradas vicinais, estreitas, em uma região cheia de bosques e fazendas, que deixaram a etapa muito bonita. Apesar do dia estar bastante frio (16 Graus) e chuvoso, o visual foi incrível!

A fuga de hoje, como de costume, saiu logo no começo da etapa, os cinco ciclistas escapados foram bastante valentes e sustentaram a fuga até faltar apenas 5km para o final. O ritmo do pelotão foi totalmente controlado pela equipe de Philippe Gilbert, a Omega Pharma-Lotto. Gilbert, pela característica do final da prova, era o favorito do dia, por isso, sua equipe se manteve na ponta do pelotão a etapa inteira. Eles controlaram a distancia da fuga, que era de 2:20, até os 25km para o final, foi quando o pelotão colocou um ritmo alucinante e buscou os escapados.

Um final de tirar o fôlego!

A chegada da etapa de hoje era no Mur-de-Bretagne, uma subida de categoria 3, com 2km de extensão e mais de 6% de inclinação média. O ritmo do pelotão nos últimos 20km foi tão forte que muita gente sobrou antes de chegar na subida final. Os gregários de Cadel Evans e Gilbert ditaram o ritmo no começo da subida e logo começou uma série de ataques.

Alberto Contador foi o primeiro a atacar, Gilbert pulou em sua roda e foram acompanhados por Evans, Vinokurov, Frank Schleck e alguns outros. Chegando no final, Contador atacou mais uma vez e levou um contra-ataque de Evans, nos últimos metros Contador sprintou e quaaaase passou Cadel Evans, ele inclusive chegou a comemorar, mas de acordo com o Photo-Finish, Evans foi o vencedor! Contador conseguiu tirar 8 segundos, dos 1:41 que ele está atrás de Andy Schleck.

Philippe Gilbert que era a aposta do dia não suportou a pancadaria no final da etapa e não conseguiu vencer a etapa, mas chegou ali junto dos líderes. Hoje é o aniversário de Gilbert é hoje, mas ninguém quis dar a etapa de presente para ele…

A surpresa do dia

A grande surpresa do dia foi o Rei do Trovão, Thor Hushovd. Todos acreditavam que hoje seria seu último dia vestindo amarelo, uma vez que ele só tinha 1 segundo de vantagem sobre Cadel Evans. Mas Hushovd suportou bravamente a subida e chegou junto com o grupo de Evans e Contador, mantendo seu 1 segundo de vantagem e a Camisa Amarela. Parabéns para Hushovd.

Vídeos

Último KM

Melhores Momentos

Resultados

Etapa

  • 1. Cadel Evans, Bmc Racing Team, in 4h 11′ 39″
  • 2. Alberto Contador, Saxo Bank Sungard, at s.t.
  • 3. Alexandre Vinokourov, Pro Team Astana, at 00:00
  • 4. Rigoberto Uran, Sky Procycling, at s.t.
  • 5. Philippe Gilbert, Omega Pharma – Lotto, at s.t.
Classificação Geral
  • 1. Thor Hushovd, Team Garmin – Cervelo, in 13h 58′ 25″
  • 2. Cadel Evans, Bmc Racing Team, at 00:01
  • 3. Frank Schleck, Team Leopard-Trek, at 00:04
  • 4. David Millar, Team Garmin – Cervelo, at 00:08
  • 5. Andréas KlÖden, Team Radioshack, at 00:10
Hoje mais tarde:
  • Fotos da 4ª etapa
  • Informações sobre a 5ª Etapa

Tour de France – Informações sobre a 4ª Etapa: Mais uma chegada em subida!

Gilbert vencendo a chegada do Fleche Wallone no Mur-de-Bretagne

O torpedo belga pode levar mais uma.

A etapa de amanhã é do jeito que o Gilbert gosta, terminando no Mûr-de-Bretagne, uma subida de categoria 3, com 2,2km extensão e 6,9% de inclinação média. O primeiro km da subida tem 10% de inclinação e o segundo km tem 4%. A aposta é que Gilbert ataque no primeiro km e escape do grupo. Se o belga vencer, será uma vitória duplamente especial, já que a etapa é no dia do seu aniversário de 29 anos.

O Tour de France já passou diversas vezes pelo Mur-de-Bretagne, mais recentemente em 2004 e 2006, mas nunca teve uma chegada no topo da montanha.

O restante da etapa de 172km pela região de Brattany é cheio de pequenos sobe-e-desce, mas somente mais uma subida categorizada, a Cot de Laz de categoria 4, que possui 1,6km de extensão e 5,9% de inclinação média no km 79. Provavelmente não teremos grandes alterações na Classificação Geral, uma vez que a etapa não apresenta muitas dificuldades.

Informações sobre a etapa

Mapa

Altimetria

Tour de France – Resultados 3ª Etapa: Tyler Farrar é o mais rápido!

Um começo sem muitas surpresas.

Hoje a etapa foi bastante plana, haviam alguma subidas, mas não tinham extensão ou inclinação suficiente para serem categorizadas. Só havia um subida categorizada, “a montanha feita pelo homem”, a ponte suspensa de St. Nazaire, que passa sobre o rio Loire, é um monumento arquitetônico que possui 66 metros de altura em seu ponto mais alto, essa belíssima ponte foi uma subida de categoria 4, com um pouco mais de 1,5km de extensão e aproximadamente 5% de inclinação.

Existia uma expectativa de que os fortes ventos laterais que atingem a ponte, fizessem com que o pelotão se partisse e a chegada fosse prejudicada. De fato o pelotão se partiu, mas o grupo da frente que cozinhava uma fuga de seis atletas a aproximadamente 1 minuto na frente, não apertou o passo e logo o pelotão ficou compacto novamente.

A chegada conturbada

Faltando aproximadamente 15km para o final, a fuga que havia saído logo no início da etapa foi engolida pelo pelotão. A partir daí, as equipes dos sprinters começaram a colocar um ritmo inacreditável no pelote, as motos da organização registravam a velocidade de 70km/h!

Ao entrar na cidade de Redon, onde seria o final da etapa, a HTC-Highroad equipe de Mark Cavendish comandava a embalada. Porém, durante algumas curvas a equipe acabou se desorganizando e perdendo a frente do grupo, foi quando a Garmin-Cervêlo, equipe de Tyler Farrar, assumiu a ponta.

No último km, em uma curva de 90 graus, 700 metros antes da chegada, uma confusão acabou tirando Cavendish do sprint. Farrar com seu embalador de luxo, nada mais nada menos que o Campeão Mundial e Camisa Amarela Thor Hushovd, partiu para a vitória sobre Romain Feillu (Vacansoleil-Dem) e Joaquim Rojas Jose (Moviestar). Cavendish conseguiu a 5ª colocação.

Assim que cruzou a linha de chegada Farrar fez um “W” com as mãos, homenageando seu amigo Wouter Weylandt, morto em uma queda no Giro d’Itália em maio.

Vídeos do último km


Resultados

Etapa

  • 1. Tyler Farrar, Team Garmin – Cervelo, at 4:40:21
  • 2. Romain Feillu, Vacansoleil-Dcm, at s.t
  • 3. Joaquin Rojas Jose, Movistar Team, at s.t
  • 4. Sébastien Hinault, Ag2r La Mondiale, at s.t
  • 5. Mark Cavendish, HTC – Highroad, at s.t.
Classificação Geral
  • 1. Thor Hushovd, Team Garmin – Cervelo, 9:46:46
  • 2. David Millar, Team Garmin – Cervelo, same time
  • 3. Cadel Evans, Bmc Racing Team, at 0:01
  • 4. Geraint Thomas, Sky Procycling, at 0:04
  • 5. Linus Gerdemann, Team Leopard-Trek, at 0:04
Hoje mais tarde:
  • Fotos da 3ª etapa
  • Informações sobre a 4ª Etapa

Tour de France – 2ª Etapa: Thor Hushovd leva a amarelinha!

Mais uma bela etapa!

As equipes voaram baixo hoje no Contra-Relógio por equipes. As melhores equipes etavam passando na primeira parcial, de 9 km, com mais de 59km/h de média. Uma velocidade absolutamente incrível.

A grande vencedora de hoje foi a equipe Garmin-Cervêlo, de Thor Hushovd, que fez um excelente tempo de 24:48, com mais de 55km/h de média e tirou a Camisa Amarela de Philippe Gilbert, da equipe Omega Pharma-Lotto, que não fez um bom tempo e ficou com a décima colocação do dia, 39 segundos a mais que a equipe vencedora.

Hushovd está empatado com David Milar, companheiro de equipe e apenas 1 segundo na frente de Cadel Evans, um dos favoritos para o Tour desse ano. Como Hushovd cruzou a linha de chegada na frente de seu companheiro, ele é o novo Camisa Amarela.

Um destaque do dia foi a equipes HTC-Highroad, equipe de Mark Cavendish, que no primeiro quilômetro perdeu seu atleta Bernard Heisel em uma queda, mas conseguiu tirar um coelho da cartola e fez o quinto lugar do dia, apenas 5 segundos atrás da Garmin. 

Contador perdeu mais tempo!

A equipe SaxoBank, do ciclista Alberto Contador, não fez um bom contra-relógio e ficou com a 8ª colocação do dia, 28 segundos acima da Garmin-Cervêlo. Já a equipe de Andy Schleck, Leopard-Trek, fez um excelente tempo e ficou apenas 5 segundo atrás dos líderes. Portanto, a vida do espanhol complicou mais ainda!

Após levar um 1:20 segundos na etapa de ontem, por conta de uma grande queda no pelotão, agora Contador vai ter que capinar 1:48 para voltar para a briga com Schleck.

Vídeos do melhores momentos

Chegada da Garmin-Cervelô

Melhores Momentos

Resultados

Etapa

  • 1. Garmin-Cervelo, 24:48
  • 2. BMC Racing Team, at 0:04
  • 3. Sky, at 0:04
  • 4. Leopard-Trek, at 0:05
  • 5. HTC-Highroad, at 0:05
Classificação Geral
  • 1. Thor Hushovd, Team Garmin – Cervelo, 5:06:25
  • 2. David Millar, Team Garmin – Cervelo, same time
  • 3. Cadel Evans, Bmc Racing Team, at 0:01
  • 4. Geraint Thomas, Sky Procycling, at 0:04
  • 5. Linus Gerdemann, Team Leopard-Trek, at 0:04
Hoje mais tarde:
  • Fotos da 2ª etapa
  • Informações sobre a 3ª Etapa

Nuvem de tags