Posts marcados ‘Olimpiadas’

Ciclismo brasileiro bate record na realização de provas internacionais

A Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), continua trabalhando para trazer provas internacionais para o território nacional. Este ano, serão realizadas 17 provas internacionais no país. Número de provas nunca realizado antes.

Uma coisa que tem ajudado bastante, é o incentivo da União Ciclistica Internacional (UCI), para a realização de provas de grande porte no país, uma vez que seremos sede das olimpíadas de 2016.

Vamos torcer para que em meio aos escândalos de doping, os incentivos de patrocínio continuem a acontecer e o número de provas continue a crescer.

Calendário de 2011

– Estrada

  • Copa América – 09/01 – São Paulo (SP) 
  • Giro do interior de São Paulo – 15 a 19/03 – Barra Bonita (SP) 
  • Volta Internacional de Gravataí – 13 a 17/04 – Gravataí (RS) 
  • Volta Internacional do Paraná – 01 a 05/06 – Londrina (PR) 
  • Prova Ciclística 9 de Julho – 9 de julho – São Paulo (SP) 
  • Tour do Rio – 27 a 31 de julho – Rio de Janeiro 
  • Tour do Brasil/Volta do Estado de São Paulo – 15 a 23/10 – São Paulo

– Mountain Bike

  • Taça Brasil – 13 de março – Curitiba (PR)
  • Copa Internacional Banco do Brasil de MTB – 17 de abril – Araxá (MG)
  • Taça Brasil – 22 de maio – Rio de Janeiro 
  • Copa Internacional Banco do Brasil de MTB – 18 de junho – São Lourenço (MG)
  • Volta de Santa Catarina – 26 de junho – Santa Catarina
  • Mundial de Masters – 19 a 24 julho – Balneário Camboriu (SC)
  • Copa Internacional Banco do Brasil de MTB – 21 agosto – Congonhas (MG)
  • Copa Internacional – 18 de setembro – Londrina (PR)
  • Taça Brasil – 9 de outubro – São Paulo

– BMX

  • Copa Internacional (data e local a definir)

Olimpíadas de 2012 – Vídeos do Percurso de Mountain Bike

As competições de Mountain Bike das Olimpiadas de Londres acontecerão na fazenda Hadleigh nos dias 11 e 12 de Agosto de 2012. O percurso foi desenhado especificamente para as Olimpíadas e já está sendo testado por ciclistas do mundo todo. O circuito possui seis pontos técnicos que serão decisivos na competição.

Vejam os vídeos

Volta pelo percurso.

6 Pontos técnicos

Ciclista Brasiliense tenta colocar o Brasil nas Olimpíadas de Londres em 2012, na categoria Bike Cross

Matéria do SuperEsportes por Patrícia Banuth – Correio Braziliense

Mantidas as condições de hoje, o Brasil está fora da Olimpíada de Londres no mountain bike cross country feminino. As atletas que sonham em participar do maior evento esportivo do mundo precisam treinar forte para melhorar o desempenho do país em provas internacionais, válidas como classificatórias para os Jogos de 2012, e somar pontos até maio do ano que vem se pretendem conquistar uma vaga e carimbar o passaporte para a Inglaterra.

Atualmente em 29º lugar no ranking olímpico da União Internacional de Ciclismo (UCI), as brasileiras precisam colocar o Brasil entre as 18 melhores nações para terem o direito de enviar uma representante para Londres e dar continuidade ao feito de Jaqueline Mourão. Em 2004, nos Jogos Olímpicos de Atenas, a atleta mineira marcou a história do esporte brasileiro ao classificar pela primeira vez o mountain bike feminino para uma Olimpíada. Em 2008, ela foi novamente o nome do Brasil em Pequim, mas depois disso resolveu se aposentar da modalidade e dedicar-se ao esqui cross-country e ao biatlo (modalidade que mistura esqui e tiro esportivo).

A missão não está nada fácil para as brasileiras. Até mesmo o técnico da Seleção Brasileira de Mountain Bike, Eduardo Ramires, reconhece que o país pode ter apenas representante masculino na próxima olimpíada. “Depois que a Jaqueline parou de competir no mountain bike, ficou um vazio. Existe uma boa diferença entre o nível dela e as outras atletas que temos hoje. Para 2016, talvez, seja diferente. Temos praticantes promissoras surgindo”, avalia.

Apesar de as perspectivas não serem boas, a brasiliense Julyana Machado nem pensa em fechar as portas que Jaqueline Mourão abriu. Terceira colocada no ranking cross country brasileiro deste ano, a brasiliense de 34 anos diz que está se empenhando ao máximo para evoluir e ser dona da vaga nacional na Olimpíada de Londres. “Estou ralando muito para encerrar a minha carreira em Londres. Para uma atleta, a melhor coisa que tem é representar o seu país nos Jogos Olímpicos. É muito treino, muito sofrimento. Mas conseguindo a vaga, todos esses anos vão valer a pena”, afirma a atleta da Soul/UDF que há 10 anos compete no mountain bike.

A dura rotina de Julyana envolve cerca de 500km por semana de pedal em trilhas, musculação, corrida e natação. Tudo para deixar a atleta bem resistente para enfrentar percursos desafiadores, característicos das provas de mountain bike.

Além disso, Julyana se concentrará em vencer pelo segundo ano consecutivo a Copa Internacional de MTB –  única em território nacional que conta pontos para o ranking da UCI. Ela precisa se destacar em provas no exterior que somem muitos pontos para a corrida olímpica. O primeiro desafio internacional de Julyana é o Campeonato Pan-Americano de MTB, de 1º a 3 de abril, na Colômbia. “Estou bem fisicamente e acredito no meu potencial. Se eu conseguir uma boa pontuação no Pan-Americano e ficar entre as dez melhores em duas competições internacionais, é possível conseguir uma vaga”.

Jogos Olímpicos de 2012 – Percurso de ciclismo foi definido.

Divulgação/Londres-2012Divulgação/Londres-2012

Prova ainda passará por lugares como o London Borough of Richmond, o Royal Borough of Kingston, Surrey e o Rio Tâmisa

Segue a matéria na integra do Jornal R7 Esportes:

O Comitê Organizador da Olímpiada de Londres-2012 anunciou o percurso da prova de Ciclismo Time Trial, programada para o dia 1º de agosto. A disputa, que será aberta ao público, vai começar e terminar no palácio Hampton Court, região sudoeste da cidade.

A rota ainda passará por outros pontos turísticos da capital londrina, como London Borough of Richmond, o Royal Borough of Kingston, o condado de Surrey e o Rio Tâmisa. Presidente do Comitê Organizador, Seb Coe falou sobre a escolha:

– O Hampton Court é um lugar magnífico. Temos trabalhado em estreita colaboração com a Federação Internacional de Ciclismo e com nossos parceiros para assegurar que temos o melhor curso esportivo possível para os atletas. Estamos confiantes que teremos corridas espectaculares e vencedores justos.

O Ciclismo Time Trial modalidade na qual os atletas fazem uma disputa individual contra-relógio na distância de 44 km (masculino) e de 29 km (feminino). Os competidores são autorizados a iniciar sua prova com 90 segundos de diferença e o melhor tempo fica com a medalha de ouro.

A Record transmitirá os Jogos Olímpicos de Londres-2012 com exclusividade na TV aberta brasileira, e também pela internet. A emissora também detém os direitos de transmissão dos Jogos Pan-Americanos de 2011 (Guadalajara) e 2015 (Toronto), e da Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro.

Nuvem de tags