Posts marcados ‘inovação’

Tecnologia em duas rodas: Fi’zi:k lança o Dubble Kurve, um novo conceito em selins.

A grande marca de equipamentos para bicicletas, Fi’zi:k, revelou hoje (07) seu novo produto, o Dubble Kurve, um selim significativamente diferente de seus modelos anteriores. Ele possui trilho de alumínio e um corpo feito de componentes de carbono, cobertos por uma fina camada acolchoada.

De acordo com Vincent Bourgeois, diretor de produtos da Fi’zi:k, a idéia do Kurve é elevar o nível de conforto dos seus selins, fazendo com que ele se movimente junto com o ciclista. Os modelos anteriores do Aliante e Arione possuiam as tecnologias Twinflex e Wingflex, que permitiam que algumas partes do selim se flexionassem. O conceito do Kurve e estender essa flexibilidade para todo o selim, essa nova tecnologia foi batizada de Re:flex.

O desenvolvimento do Kurve demorou três anos para ser finalizado, o corpo do banco é composto por três camadas de compostos de carbono. Sendo cuidadosamente calculado para ser mais flexível em algumas partes e mais resistente em outras. Todo o conforto do selim vem do seu corpo de carbono, assim como todos os selins de alta performance, a parte de tecido é meramente decorativa e não tem influência sobre o conforto.

Outra inovação do selim é o trilho de alumínio que o suporta. Para que a tecnologia do banco seja eficaz, os suportes tradicionais não seriam suficientes, pois eles seguram o selim muito próximos ao trilho. Já o Kurve possui um vão maior entre o trilho e o corpo do selim, permitindo que ele se movimente e seja mais confortável.

O Kurve será produzido em três modelos, Aliante, Antares e Arione. A Fi’zi:k diz que o peso dos selins será de aproximadamente 220g e custarão entre 270 e 220 dólares.

fotos: John Stevenson/BikeRadar.com

Tecnologia em duas rodas: Passador de marcha hidráulico para Mountain Bike

Em 2006, Christophe Muthers apresentou na Eurobike um sistema hidráulico de troca de marchas para bicicletas. Porém, na época o sistema não foi bem aceito e Muthers não conseguiu produzi-lo em escala.

A Acros, marca alemã de componentes, que recentemente contratou Muthers, trouxe para o mercado o passador de marchas hidráulico, o “A-GE”.

Pequenos cilindros hidráulicos foram colocados dentro dos passadores de marcha no guidão. São conectados através de cabos hidráulicos até os câmbios dianteiros e traseiros da bicicleta. A troca de marcha é extremamente suave e precisa. O sistema é completamente selado, portanto teoricamente, após montado, não terá vazamentos e não requererá muita manutenção, somente limpeza.

O equipamento é bastante ajustável, possui configurações integradas para ser compatível com freios populares e suporta cassetes com 8, 9 e 10 velocidades.

Apesar de ter 248 partes móveis, o câmbio, feito em alumínio CNC, é extremamente leve, 150g mais leve que o SRAM XX e 175g mais leve que o XTR. Como tudo no ciclismo, o componente não é nada barato. Na Europa ele custa por volta de 1.599 Euros, nos EUA o preço ainda não foi definido.

fotos: James Huang/Bikeradar.com

Nuvem de tags