Posts marcados ‘Ciclismo’

Tour de France – Informações sobre a 14ª Etapa: Duro, muito duro!

Uma das mais difíceis de 2011

A próxima etapa que o Tour vai percorrer 168km entre as cidades de Saint-Gaudens e Plateau de Beille e será uma das mais difíceis desse ano. Serão 5 metas de montanha e a chegada em uma subida Fora de Categoria (HC), a Plateau de Beille, uma subida com 15,8km de extensão e 7,9% de inclinação média, que começará no km 152.

As subidas do dia

  1. Km 25,6 – Col de Portet-d’Aspet (Cat. 2) – 4,3km – 9,7%
  2. Km 62,5 – Col de la Core (Cat. 1) – 14,1km – 5,7%
  3. Km 94 – Col de Latrape (Cat. 2) – 5,6km – 7,2%
  4. Km 109 – Col d’Agnes (Cat. 1) – 10km – 8,2%
  5. Km 118 – Port de Lers (Cat. 3) – 3,8km – 5,5%
  6. km 168,5 – Plateau de Belle (HC)  – 15,8km – 7,8%

O Plateau de Belle

Essa subida é famosa por ser uma espécie de vestibular para o vencedor do Tour de France. Desde de 1998 quando a montanha foi incluída no Tour e Marco Pantani foi o vencedor, todos os ciclistas que venceram e etapa do Plateau foram os vencedores do Tour. Vamos ver quem passa em primeiro na próxima etapa!

Vejam as informações dessa subida

Informações sobre a etapa

Mapa

Altimetria

Anúncios

Um avanço importante: A primeira Ciclo-rota de SP será inaugurada semana que vem!

Foto: Mathias

Tomara que funcione…!

A primeira Ciclo-Rota da cidade de São Paulo será inaugurada semana que vem. O percurso terá 15km e será no bairro do Brooklin entre a Praça do Cordeiro e a Avenida Roberto Marinho.

A ciclo-rota é diferente da ciclo-via e da ciclo-faixa. A ciclo-via é uma via separada, muitas vezes paralela ao caminho por onde passam os carros. A ciclo-faixa é uma parte da via dedicada aos carros que é exclusiva para ciclistas, como uma faixa de ônibus. Já a ciclo-rota é uma rua sem divisões ou separações, na qual o trânsito deve ser compartilhado entre carros e bicicletas, dando preferência SEMPRE as bicicletas.

No trecho onde será a ciclo-rota, foram pintadas bicicletas no chão e a velocidade máxima permitida para trânsito de veículos auto-motores foi diminuída para 30km/h.

A experiência já divide opiniões mesmo antes de ser iniciada. Como boa parte da população, por uma grande falta de conhecimento e cultura, não consegue entender um trânsito compartilhado. Alguns moradores ainda não assimilaram como vai funcionar a ciclo-rota.

Temos que torcer muito para que essa iniciativa seja um sucesso, uma vez que é um avanço importantíssimo na mudança de paradigmas da relação entre motoristas e ciclistas no país.

Matéria sobre a Ciclo-Rota

Vídeo: Lord of the Dirt BMX – Os caras são animais!

Tour de France – 13ª Etapa: Thor Hushovd faz o impossível e vence a etapa da montanha!

A inacreditável vitória de Hushovd!

Thor Hushovd, o atual Campeão Mundial de Ciclismo na categoria estrada, conseguiu um feito que para todos era impossível de ser atingido, um sprinter vencer uma etapa de montanha no Tour. Ele não só venceu, mas venceu de uma forma incrível, para não dar espaço para ninguém falar nada!

A fuga e a fuga

Logo no começo da etapa uma fuga de dez ciclistas se formou, Hushovd era um dos integrantes. Os escapados chegaram no pé da grande montanha do dia, o Aubisque, com 6:00 de vantagem sobre o pelotão. Logo no início da montanha Hushovd já começou o caminho para o impossível, ele atacou a fuga e escapou de seus companheiros.

Outros dois ciclistas da fuga saíram em perseguição ao Hushovd, deixando o resto da fuga para trás. Jeremy Roy e David Moncoutie chegaram e deixaram Hushovd para trás. Roy chegou no topo da montanha 0:45 na frente de Moncoutie e 2:00 na frente de Thor.

A descida a busca e a martelada do Thor

Na descida, Hushovd alcançou Moncoutie e os dois foram em perseguição a Roy. Hushovd fez a maior parte do trabalho, Moncoutie parecia cansado e aparentemente não queria ajudar muito Thor, para ter alguma chance na chegada.

Faltando 3 km para o final os dois perseguidores estavam a 10 segundo de Roy, foi quando Thor atacou, deixou seu parceiro para trás e buscou o líder. Foi quando ele fez mais uma coisa inacreditável! Quando todos achavam que ele iria para a chegada contra os dois adiversários, Thor surpreendeu todo mundo e atacou faltando 2km e não deu chance para ninguém, chegou em primeiro alguns segundos a frente de Moncoutie e Roy e 9:00 na frente do pelotão! Uma vitória de tirar o chapéu, ou capacete…

Classificação Geral: Como os integrantes da fuga estavam muito atrás na CG, não houve nenhuma mudança significativa na disputa pela Camisa Amarela.

Mais um abandono

Andreas Kloden, da Radio Schack não conseguiu superar as dores nas costas que estava sentindo, devido as várias quedas que sofreu e acabou abandonando a competição. Só sobraram 4 ciclistas da Radio Schack no Tour. O vídeo abaixo mostra o momento do abandono.

Vídeo do final da etapa

Resultados

Etapa

  • 1. Thor Hushovd (Garmin-Cervelo)
  • 2. David Moncouti (Cofidis)
  • 3. Jeremy Roy (FdJ)

Classificação Geral

  • 1. Thomas Voeckler, Team Europcar, in 55h 49′ 57″
  • 2. Frank Schleck, Team Leopard-Trek, at 1:49
  • 3. Cadel Evans, Bmc Racing Team, at 02:06
  • 4. Andy Schleck, Team Leopard-Trek, at 02:17
  • 5. Ivan Basso, Liquigas-Cannondale, at 03:16
Hoje mais tarde:
  • Fotos da 13ª etapa
  • Informações sobre a 14ª Etapa

Foto do dia: Esperando o pelotão passar!

Tour de France – Informações sobre a 13ª Etapa: Mais montanhas pela frente

E continuamos subindo…

A Etapa de amanhã sairá da cidade de Pau e percorrerá 153 km até a cidade de Louders. Durante o trajeto os ciclistas passarão por três subidas, duas bem pequenas e bem inclinadas e uma montanha gigante! Porém, diferente da etapa anterior, que passou pelo Tourmalet e Ardiden, essa etapa não chegará em uma subida. O topo da última subida está a 42km do final da etapa.

Com 43,5km teremos a primeira subida do dia, a Côte de Cuqueron (Cat.3) que é um “top” de 1,5km no 8,1% de inclinação média. A próxima subida está no km 65, a Côte de Belair(Cat.4) é ainda mais curta, tem só 1km e 8,3% de inclinação média.

O Col d’Aubisque

O grande obstáculo do dia será o Col d’Aubisque, uma montanha Fora de Categoria (HC), com 16,4km de extensão e 7,1% de inclinação média. O topo da montanha está no km 110 da etapa. Provavelmente o pelotão será quebrado em vários pedaços durante a montanha e provavelmente teremos mais grandes mudanças na Classificação Geral.

A etapa de amanhã será excelente para ciclistas especialistas em fuga, os sobreviventes da subida terão de suportar 42km de descidas e plano antes da chegada após passar o Aubisque. Vamos ver como os favoritos para vencer o Tour vão se sair na etapa, uma vez que fizeram muita força na última etapa que passou por três montanhas duríssimas!

Fato interessante

Na descida do Aubisque, em 1951, o ciclista Van Est caiu de um penhasco depois de ter um pneu furado. Incrivelmente o ciclista só teve alguns ferimentos leves, mesmo tendo caído muitos metros montanha abaixo. Os ciclistas e mecânicos se juntaram e fizeram uma corda de pneus entrelaçados e conseguiram resgatar o ciclista.

Informações sobre a etapa

Mapa

Altimetria

Oakley Obike Tour 2011 – Um evento muito show de MTB em Santa Catarina

Foto: Fábio Forner/ Oakley Obike Tour

Esse é o segundo ano que o Oakley Obike Tour é realizado em Santa Catarina. Foram 5 dias de muita festa sobre duas rodas. Foram diversas competições das mais variadas categorias do Mountain Bike: Pump Track, Downhill, Pit Bike, Trial e outros. Cada dia do competição foi realizado em uma cidade diferente e com percursos destintos.

A região de Santa Catarina possui uma cultura bastante interessante que estimula o uso da bike. Além de muitas regiões perfeitas para a prática do MTB. Por isso o lugar foi escolhido para sediar o evento. Vejam nos vídeos que lugar SHOW!

A cobertura do evento, que aconteceu no final de Junho/2011, foi feita pela galera da ESPN Brasil. O reporter esportivo, e experiente piloto e motos e bikes Kdra, acompanhou todos os dias do evento e aproveitou para curtir os trajetos junto com os competidores.

Vejam os vídeos das etapas!

Dia 1

Dia 2

Dia 3

Dia 4

Dia 5

Nuvem de tags