Posts marcados ‘Brasília’

Campeonato Brasileiro de Para-ciclismo: Uma aula de ciclismo!

Nesse final de semana, nos dias 16 e 17 de Julho, foi disputado o Campeonato Brasileiro de Para-ciclismo nas categorias Resistência e Contra-Relógio. Fomos até o Autódromo de Brasília para acompanhar a competição.

Os para-ciclistas deram um show de forma física, motivação e e força de vontade. Tivemos categorias com disputas muito acirradas e com resultados bem apertados.

Outro ponto que chamou a atenção foi a organização da prova. Uma coisa rara nas provas de ciclismo no Brasil, as largadas foram extremamente pontuais e os resultados saíram com rapidez incrível. A Confederação Brasileira de Para-ciclismo está de parabéns!

Na Categoria C5, os destaques foram para os ciclistas Lauro Chaman (Memorial-Santos) e João Schwindt (Renove-Brasplásticos). João foi o melhor na Competição do Contra-relógio, ele foi 3 segundos mais rápido do que Lauro, o segundo colocado. Schwindt percorreu os 16,2km do percurso com uma média de velocidade incrível, de 47,26km/h.

Já no domingo, na prova de Resistência o pódio se inverteu, Lauro foi o primeiro colocado e João Schwindt foi o segundo no percurso de 54km.

Vejam aqui os Resultados do evento

Contra-Relógio Estrada
C1 C1
C2 C2
C3 C3
C4 C4
C5 C5
H2 Masculino H2 Masculino
H2 Feminino H2 Feminino
H3 H3
H4 H4
TANDEM MASCULINO TANDEM MASCULINO
TANDEM FEMININO TANDEM FEMININO

Fotos dos pódios

Fotos: Wander Vieira

 

 

Anúncios

Morcegão volta à ativa e cria a primeira equipe profissional de Brasília

Em dezembro do ano passado, com o filho Breno nos braços e o apoio da família, Rodrigo de Mello Brito, o Morcegão, anunciou que estava pendurando as sapatilhas. A despedida ocorreu durante a Copa da República, prova em que foi tricampeão. Após 18 anos de carreira e quase uma década como atleta da Seleção Brasileira, o brasiliense decidiu que estava na hora de se aposentar. Mas, assim como vários outros esportistas, Morcegão não conseguiu manter a palavra por muito tempo e está de volta.

Desta vez, entretanto, o brasiliense não representará times de São Paulo, como fez nos últimos anos de carreira. Agora, Morcegão compete pela cidade natal. O atleta acaba de fundar a equipe Icesp Promove/Gasol/Felt. Além de pedalar ao lado dos outros integrantes – Rafael Ribeiro, Aílton Barros, Luciano Alves (Mineiro), André Gomes (Choquito) e Fábio Cruz –, o ciclista enfrenta o desafio de ser pela primeira vez dirigente técnico.

“Eu ia parar mesmo. Mas então surgiu a ideia de montar uma equipe profissional em Brasília, me convidaram para eu ser o dirigente e resolvi topar o desafio. A princípio, eu iria apenas dirigir o time. Mas depois achamos melhor que eu também entrasse como ciclista. Além de ser mais atraente para os patrocinadores ter um nome de peso na equipe, eu também posso passar para os outros atletas a minha experiência”, conta Morcegão. “Mas depois de cumprir essa missão, a ideia é que eu passe a atuar apenas como dirigente”, acrescenta.

Os planos de Morcegão são audaciosos. O ciclista de 34 anos pretende usar sua experiência e seu nome para que a Icesp Promove se torne a primeira equipe profissional do Distrito Federal. “Brasília tem essa carência. A cidade tem muitas equipes, mas que não são voltadas para a categoria elite. Falta um time que dê o apoio para o atleta desempenhar 100% o papel de profissional. Queremos que o esporte cresça em Brasília e que os moradores da cidade comecem a se identificar com o ciclismo e tenham para quem torcer nas competições nacionais”, afirma.

Saiba mais

Doping em questão
Os recentes escândalos de doping no ciclismo envolvendo nomes importantes, como o da atleta olímpica Clemilda Fernandes, não interferiram na criação da equipe do DF, segundo Morcegão. “Não é o ciclismo que é um esporte sujo. São alguns atletas que acabam sujando o nome do esporte. Nunca na minha vida me envolvi com o uso de substâncias ilícitas. Já passei por inúmeros testes e minha carreira é superlimpa. Eu acredito no trabalho físico. É possível fazer esporte puro e limpo. A minha carreira reflete isso, então não tive dificuldades”, afirma.

Foco inicial nas provas caseiras
O objetivo de se destacar nacionalmente, entretanto, deve ser atingido aos poucos. Primeiramente, a intenção é ganhar o Campeonato Brasiliense de Ciclismo e estar no topo das corridas regionais. A Volta da Gasol, uma das provas mais tradicionais da cidade e que distribui a maior premiação do país, os 100km de Brasília e a Copa da República também estão entre os planos dos ciclistas.

Participar novamente da competição que marcou sua primeira despedida é justamente um dos desejos de Morcegão. “Tenho 19 anos de carreira e essa (Copa da República) é uma das provas que mais mexe com as minhas emoções. Não sei se terei condições de disputá-la. Quero muito. Mas no momento que não puder mais pedalar, passo para o lado de fora e auxilio como dirigente”, afirma.

Fonte: Superesporte

Motorista bebada atropela ciclistas em Brasília. Felizmente eles não se machucaram

Na manhã do último domingo(26), às 8h, uma motorista que voltava de uma festa e apresentava sinais de embriagues, atropelou dois ciclistas que saíam do Eixão Norte, em direção ao bairro Lago Norte.

O Eixão fica fechado para carros durante os domingos e feriados, das 6h da manhã até as 18h, para a pratica de esportes. O local onde os ciclistas se encontravam já não fazia mais parte da zona de isolamento. A motorista, que vinha em alta velocidade, atropelou os ciclistas por trás. Ela se recusou a fazer o teste do bafômetro e foi levada para a delegacia. Os ciclistas foram levados para o hospital com ferimentos leves, mas estão fora de perigo.

Agora adivinhem o que provavelmente vai acontecer com a motorista: NADA!

Vejam a materia feita pela Globo.

Onde Pedalar: Percurso Posto do Pedrão – Brasília/DF

Características Gerais

O percurso para o Posto do Pedrão, ou simplesmente “Pedrão”, como conhecido em Brasília, é um treino bastante tradicional na cidade. Trata-se de um trajeto com maior parte na estrada e é considerado um pedal de dificuldade média para difícil.

O ponto de encontro geralmente utilizado para realizar o treino, é no início da subida da QI 23 do Lago Sul. O trajeto vai pela estrada para Unaí até um posto de gasolina chamado “Posto do Pedrão”. A distância total, saindo do início da 23, é de 77 km.

O asfalto é excelente, quase todo o percurso tem acostamento em bom estado. O fluxo de carros na estrada é pequeno, portanto é um pedal relativamente tranquilo nesse aspecto.

A estrada é muito bonita passa por fazendas e planícies. Muita vegetação do cerrado se localiza nas margens da rodovia, assim como alguns rios.

Subidas

Como a maioria dos pedais de estrada existem bastante subidas, o Pedrão não é diferente. A percurso é um sobe e desce sem parar, mas existem três subidas que são mais difíceis.

A primeira delas começa no km 32 no percurso, ainda no percurso de ida, ela é considerada uma subida de categoria 3, possui 3,78km de extensão e 4,2% de inclinação média.

A segunda é a chamada “Frita Miolo”. Geralmente tem vento a favor, portanto, durante a subida, como se está pedalando na mesma direção que o vento, a sensação é de que o vento parou. Esquenta bastante! A “Frita Miolo” começa no Km 46 da jornada, tem 3,78Km de extensão e 3,2% de inclinação média.

A última é conhecida carinhosamente por alguns ciclistas da cidade como “Ai Caralho!”. Pelo nome dá para imaginar a criança. Ela começa no final da viagem, quando as pernas já estão cansadas, o coração na boca, a vontade de vender a bicicleta a 100% e a vontade de chamar a mãe também. Nesse cenário, após uma curva a direita e uma forte descida, pode ser avistada a subida e uma frase costuma ser dita nessa hora: “Ai Caralho!” Daí vem o nome. O início dela é no Km 61 do percurso, tem 4,20km e 3,3% de inclinação média.

Vejam o resumo das subidas

Para informações detalhadas sobre o percurso clique no link: Posto do Pedrão Informações

Produção Pra Quem Pedala – Pelotão do Lago Sul / Brasília-DF – Sábado

Filmagem feita durante o Pelotão do Lago Sul em Brasília, no Sábado, dia 26/03/2011. O vídeo foi feito com a câmera GoPro HD Hero.

A edição do Filme foi feita pela equipe do Pra Quem Pedala.

Musica: Never Say Never (Armin Van Buren)

 

Fotos e Vídeo do Torneio de Verão de Brasília

O Torneio de Verão de Ciclismo de Brasília foi realizado pela EPZ Sports nos dias 11, 12 e 13 de março. As fotos a seguir foram tiradas na etapa final da competição, assim como o vídeo.

Vídeo da chegada das categorias Sub-30, Master A e Master B.

Para ver todas as fotos, clique aqui

Fotos e Vídeo do Super 60 Especial em Brasília-DF

Segue o vídeo feito durante o Super 60 Especial, evento realizado em protesto ao atropelamento de ciclistas em Porto Alegre.

Para acessar as fotos tiradas no evendo, clique aqui para ver o Álbum do evento no Flickr Pra Quem Pedala

Nuvem de tags