Arquivo para a categoria ‘As Tops do Contra-Relógio’

As Tops do Contra-Relógio: Speed Concept 9 – A bicicleta mais rápida do mundo

A Speed Concept 9 – Essa é LINDA DEMAIS!

“Trek’s Speed Concept é muito rápida. A bicicleta mais rápida que já andei” – Matt Pacocha – Bike Radar/Cycling News

Para conseguir tanta velocidade, a Trek apostou na aerodinâmica extrema na construção da Speed Concept.

Aerodinâmica

A gota, é a forma mais aerodinâmica existente, mas como bicicletas em formato de gota ficariam um pouco estranhas, a forma de lâmina (Foil) é o que mais se aproxima. Os tubos da Speed Concept possuem essas características.

O fator mais importante para conseguir a aerodinâmica é a relação entre a largura e o comprimento da “lâmina”. Através de estudos em túneis de vento, a Trek chegou ao formato exato para conseguir os melhores resultados. A empresa o batizou de The Kammtail Virtual Foil. O “virtual” se refere ao corte que é feito no final do tubo (imagem abaixo).

O formato aerodinâmico faz com que o vento continue seu curso, mesmo sem a seção final da lâmina. Isso elimina peso e mantém os resultados.

Carbono

A Trek utilizou sua fibra de carbono de alta tecnologia, OCLV2. O “OC”, significa Optimum Compaction, ou compactação optimizada, que quer dizer que o carbono é altamente comprimido, o que elimina espaços vazios dentro do material, o que aumenta a resistência e diminui o peso. O ” LV” significa Low Viod, que quer dizer que o carbono praticamente não possui falhas, nem mesmo microscópicas, atingindo uma resistência superior a materiais utilizados em espaço naves.

Outras características bem legais!

Ajustabilidade

A Speed Concept é uma bicicleta extremamente ajustável. São 5 tamanhos da quadro, 6 tamanhos de clipes, ajuste na altura e na angulação da mesa. Como o Contra-Relógio é uma modalidade que a posição na bicicleta influencia muito no resultado, essa possibilidade de ajuste permite que se consiga uma posição perfeita sobre a bicicleta, mesmo para ciclistas com caraterísticas físicas muito diferentes. Melhorando assim os resultados dos ciclistas que a utilizarem.

Freios Invisíveis

Os freios da Concept são um novo conceito para o mercado. Eles são integrados ao quadro de tal forma que ficam praticamente invisíveis. O freio dianteiro foi construído por dentro do garfo, dependendo do angulo que se olha, não é possível ver as pastilhas. Uma verdadeira obra de arte.

Sensores de ciclo-computadores integrados ao quadro

Este é um dos componentes mais interessantes. Para evitar o arrasto aerodinâmico causado pelos sensores de cadência e velocidade, estes já vem de fábrica, integrados de forma aerodinâmica ao quadro. A Concept é a primeira bicicleta a incorporar componentes eletrônicos ao seu quadro.

Blocagens aerodinâmicas

As blocagens Bontagres quick release, são feitas em formato aerodinâmico e mostraram nos testes de túnel de vento uma melhora na performance da bicicleta.



As Tops do Contra-Relógio: Specialized Shiv

A Shiv foi uma sensação entre as bikes de contra-relógio. A bicicleta chamou bastante atenção ano passado, também por sido proibida para competições da UCI, por exceder a dimensão de 8cm permitida para o cone frontal da bicicleta.

A bicicleta é uma das mais aerodinâmicas do mercado, possui linhas extremamente agressivas e utiliza tecnologia de ponta em sua construção.

O Quadro

O quadro é absolutamente aero, possui o cockpit totalmente integrado com o downtube, toptube e garfos, melhorando muito a aerodinâmica da bicicleta. A bike é toda feita com o carbono FACT IS 10r da Specialized, o mesmo da S-Works McLaren Venge e Stumpjumper 29er.

Uma característica interessante é o tamanho do triângulo traseiro da bicicleta, ele é muito menor que o triângulo dianteiro (veja na figura acima). O triângulo traseiro reduzido, diminui a torção causada pela força exercida pela pedalada na roda traseira da bicicleta, enrijecendo o quadro. Essa configuração tem sido muito utilizada nos últimos modelos de bikes de Contra-Relógio.

A Shiv também possui um trail bastante grande. O trail é a medida entre a projeção vertical entre o centro da roda dianteira e o solo e a projeção da continuação do garfo e o solo. (não entendeu? Veja a figura ao lado). Quanto mais o garfo for apontado para frente, maior o trail. Quanto maior o trail, mais estável é a bicicleta, quando menor, mais arisca.

Portanto, essa combinação de fatores, torna a bicicleta extremamente rígida e estável. O que no contra-relógio, onde o aproveitamento da força é primordial, é de extremamente importante. Quanto mais rígida a bicicleta, mais a força da pedalada é transmitida para as rodas.

Componentes

A bicicleta vem com uma mesa em carbono integrada bem aerodinâmica, que se integra com o guidão S-Works em carbono FACT, também extremamente aero e com regulagem de altura entre 0 e 115mm.

O pedivela também em carbono FACT, conta com eixo e rolamentos superdimensionados com esferas em cerâmica.

O canote com formato de lâmina vem em dois tamanhos para facilitar o Bike-Fit.

Preço

Montada com o grupo Dura-Ace DI2 e rodas Zipp 808, a bicicleta está custando cerca de 12.000 dólares. Só o quadro fica em torno de 5.500 dólares.

Vídeo


 

As Tops do Contra-Relógio – Felt DA 2011

A Felt DA 2011

Após dois anos de desenvolvimento, a Felt DA 2011 traz uma série de modificações que prometem resultados bem expressivos. De acordo com os projetistas, a bicicleta é 14% mais aerodinâmica e 13% mais rígida do que o modelo anterior. Apesar de ter 25% mais de área em seu quadro, ela só pesa 2% a mais que a DA 2010.

De acordo com a Felt, sem os modernos programas de design virtual e potentes computadores, não seria possível desenvolver a bicicleta da forma como foi feita. O programa CFD (Computational Fluid Dynamic), muito utilizado pelos projetistas da Fórmula 1 e diversas empresas automobilísticas, foi fundamental na construção da bicicleta. O programa permite que alterações sejam feitas no projeto da bicicleta, de forma que o computador gera resultados sobre alterações em todas as partes da bicicleta, conseguindo inclusive trazer informações sobre os impactos na interação com as rodas e o ciclista.

Vejam a equipe de desenvolvimento em ação:

Para comprovar os dados do CFD, a Felt levou sua nova máquina para uma bateria de testes no San Diego Low Speed Wind Tunnel, famoso laboratório de testes de aerodinâmica dos Estados Unidos.

Todo esse trabalho têm um preço, a Felt DA 2011 custa 12.499 dólares nos EUA.

Lazy S Tubes

Tanto o Downtube, quando o Seat tube utilizam o novo design “Lazy S”, que permite que o ár passe de forma mais fluida pelos tubos da bicicleta, diminuindo a turbulência no quadro e melhorando a performance da bicicleta. O seat tube utiliza o design em “S” para desviar o ár da roda traseira, melhorando a aerodinâmica da bicicleta.

Materiais Utilizados

O quadro da DA utiliza o Ultra Hybrid Carbon (UHC) Ultimate+Nano, que é uma combinação de carbonos com tramas de alta e média densidade, com uma resida de Nano Tecnologia que ajuda na junção entre as fibras de carbono. De acordo com a Felt, essa combinação permite que o quadro utilize menos material, seja resistente a impactos e muito rígido.

A bicicleta é montada através do processo e Construção Dinâmica de Monobloco (Dynamic Monocoque Construction). As seções da bicicleta são moldadas separadamente, depois unidas e consolidadas em uma peça única.

Outra inovação da bicicleta é a utilização de um poliuretano semi-rígido como molde para o quadro, o poliuretano preenche seções vazias e depressões geradas no processo de moldagem da bicicleta. Dessa forma, o interior do quadro não possui deformações nem excesso de materiais.

Componentes

A DA vem originalmente com o incrível cambio eletrônico DI2 da Shimano, mas pode ser montada com SRAM e Campagnolo.

Fotos


fotos: Matt Pacocha/BikeRadar.com


Nuvem de tags