Arquivo para a categoria ‘Mountain Bike’

Brasil consegue excelente resultados no Campeonato Mundial de MTB Master!

Campeonato Mundial de Mountain Bike Master UCI – Balneário Camboriú – SC

Entre os dias 19 e 24 de março, foi disputado em Balneário Camboriú – SC, o Campeonato Mundial Master de Mountain Bike organizado pela UCI, União Ciclística Internacional. As provas foram disputadas no belo Parque Unipraias, na Praia de Laranjeiras, e contou com vário atletas das seguintes nacionalidades: Austrália, Alemanha, Argentina, Austrália, Canadá, Chile, Colômbia, Equador, Espanha, Estados Unidos, França, Grã Bretanha, Itália, Irlanda, México, Paraguai, Portugal, Peru, Noruega, Suécia, Suíça, Venezuela e, claro, de várias partes do Brasil.

Cross Coutry 45 – 49 anos e 50 – 54 anos.

Os brasileiros tiveram excelentes resultados na competição, conseguindo medalhas e vitórias em diversas categorias. O primeiro a conseguir uma medalha no campeonato foi o brasiliense Hélio Vilela de Carvalho, engenheiro civil de 60 anos. Ele conseguiu a medalha de prata na Categoria 60-64 anos do Cross Country, após travar uma emocionante disputa com o francês Christian Jupillat, Hélio ficou apenas 3 segundos atrás de Jupillat.

Também no Cross Country, Osvaldo José dos Santos na categoria 45-49 anos, conseguiu a medalha de Bronze. O ciclista de 46 anos e já pratica o MTB a 26 anos,

Downhill

Na competição de Downhill o Brasil conseguiu 9 medalhas, a primeira foi com a ciclista gaúcha Gilmara Leiner. Com 42 anos ela venceu na categoria 40-44 anos e conseguiu a primeira medalha de ouro da competição para o Brasil. Gilmara Leiner completou o percurso em 6min21s47.

Em seguida a atleta Vanessa Azevedo de 30 anos, que foi a campeã na categoria 30-34. A ciclista paulista de Mairiporã completou o percurso em 4min47s88.

O Brasil conseguiu mais uma medalha de ouro no dia. Foi com o mineiro Miguel Caldas Giovannini, que venceu na categoria 45-49 anos, completando o percurso em 3min10s82. Miguel e um veterano atleta de MTB brasileiro, tendo em seu currículo 16 títulos, somando Downhill e Cross Country.

Além das medalhas de ouro tivemos mais 6 medalhas. Francisco Innamorado na 45-49 anos foi medalha de bronze; Jacques Santos e Marcos Lira conquistaram prata e bronze na categoria 40-44 anos. Roberto Krutzsch ficou com o bronze na categoria 35-39. E finalizando o dia João Rober Moraes Junior e Rogério Roberto Pauli Jr ficaram com a prata e o bronze respectivamente.

Cross Country 30-34 anos, 35-39 anos e 40-44 anos

Na categoria 30-34 anos a melhor colocação brasileira foi com o ciclista brasiliense Marconi Soares Ribeiro de 33 anos, que ficou com a 4ª colocação do dia.

Na categoria 35-39 o Brasil conseguiu o bronze com o ciclista Ernani Souza de 35 anos. Ele completou as 4 voltar no percurso de 4.100 metros 1h47min08s. Ernani só assumiu a 3ª posição na última volta, quando Joseilton da Silva Gomes que estava na sua frente teve câimbras.

Na categoria 40-45 anos Abraão Azevedo de Brasília foi o grande vencedor! O ciclista de 42 anos completou as 4 voltas no percurso em 1h43min51s. Abraão é um ciclista com grande destaque nacional e possui muitos títulos no MTB dentro e fora do Brasil.

fotos: pedal.com

Anúncios

Vídeo: O que vocês acham desse percurso de MTB? Olha que louco!

Oakley Obike Tour 2011 – Um evento muito show de MTB em Santa Catarina

Foto: Fábio Forner/ Oakley Obike Tour

Esse é o segundo ano que o Oakley Obike Tour é realizado em Santa Catarina. Foram 5 dias de muita festa sobre duas rodas. Foram diversas competições das mais variadas categorias do Mountain Bike: Pump Track, Downhill, Pit Bike, Trial e outros. Cada dia do competição foi realizado em uma cidade diferente e com percursos destintos.

A região de Santa Catarina possui uma cultura bastante interessante que estimula o uso da bike. Além de muitas regiões perfeitas para a prática do MTB. Por isso o lugar foi escolhido para sediar o evento. Vejam nos vídeos que lugar SHOW!

A cobertura do evento, que aconteceu no final de Junho/2011, foi feita pela galera da ESPN Brasil. O reporter esportivo, e experiente piloto e motos e bikes Kdra, acompanhou todos os dias do evento e aproveitou para curtir os trajetos junto com os competidores.

Vejam os vídeos das etapas!

Dia 1

Dia 2

Dia 3

Dia 4

Dia 5

Pela primeira vez, uma bike 29er vence uma rodada do Mundial de Cross-Country

Existem muitas discussões sobre qual Mountain Bike é melhor, as 26″ ou as 29″. Muitos dizem que as bicicletas com rodas de 29 polegadas não possuem a mesma agilidade de aceleração das bicicletas com rodas de 26 polegadas.

Mas domingo (22), durante a segunda rodada do Mundial de Cross-Coutry, Jaroslav Kulhavy venceu a bordo de uma Specialized Epic 29er. Grandes nomes do Mountain Bike, como Wes Williams e Gary Fisher, já migraram para as 29ers faz tempo e defendem com unhas e dentes as qualidades da bicicleta, eles dizem que é como se elas andassem por si sós.

Mas existem muitos defensores das 26ers, que dizem que as 29ers não prestam, que são muito lentas e não possuem a mesma dirigibilidade das de 26 polegadas. Enfim

Independente que quem está certo. As 29er conseguiram uma grande vitória esse final de semana, entrando para o Hall das vitoriosas em grandes provas do circuito mundial de Mountain Bike

A bicicleta de Jaroslav Kulhavy é uma Specialized Epic 29er, Full Suspention, equipada com Sram XX de 20 velocidades, com 9,48kg.

As Tops do Mountain Bike: Scott Scale 899

A Scale 899 recebeu esse nome pelo peso de seu quadro. Com somente 899 gramas, é considerado um dos quadros mais leves do mercado. O peso total da bicicleta, equipada com o SRAM XX, é de 16,5lb (7,48kg).

Tecnologias

A bike consegue ser tão leve devido a uma combinação de técnicas de construção. A Scott elaborou o processo IMP3, que constrói o Toptube, Downtube e Headtube em um único estágio, diminuindo em 11% a quantidade de material utilizado na colocação do Headtube. Além da utilização de carbono de alta modulação, para inserção de material precisa em áreas críticas, o que também diminui a quantidade de material utilizado e o peso.

Outra técnica utilizada é a construção de uma peça única que compõem o seatstay e o chainstay em formato tubular e homogêneo. Diminuindo a quantidade de material e aumentando a performance e rigidez. Essa estrutura reduziu em 25g o peso do quadro em relação ao modelo anterior.

A Scott utiliza a fibra de carbono HMX Net, que de acordo com a empresa é 20% mais rigida do que a HMF, fibra utilizada em seus modelos anteriores.

Rigidez e Absorção de Vibrações

Concentrando a utilização de materiais nas áreas de estresse, bottom bracket bb30/bb92 e o headtube integrado, a Scott garante que a Scale 899 é 10% mais rígida na caixa de direção e 15% mais rígida no bottom bracket, em relação a seu modelo anterior.

O SDS (Schock Damping System) foi uma tecnologia criada para a absorver as vibrações do solo. A tecnologia foi originalmente desenvolvida para o modelo de estrada CR1 da Scott. O sistema funciona na parte traseira da bicicleta, fazendo um balanceamento entre a rigidez lateral e a complacência vertical. De acordo com a empresa, sua técnica de construção faz com que a bicicleta mantenha sua rigidez lateral, mantendo resposta rápidas em sprints e subidas. Mas possui uma  complacência vertical o que mantêm a bicicleta confortável.

Componentes

  • Quadro: Scale carbon, HMX-Net fibres
  • Garfo: DT Swiss XRC 100 Race
  • Grupo: SRAM XX
  • Freios: Avid XX World Cup carbon disc
  • Rodas: DT Swiss XR-SL carbon

Preço

9.500 Dólares.

Vejam o vídeo da Bike


fotos: Scott

Manobras animais no Vienna Air King

O Vienna Air King teve sua 6ª edição no domingo (3). A competição realizada na Austria é conhecida por exigir um alto nível de manobras e por dar bons prêmios. Ela abre a temporada européia de Freeride Mountain Bike.

Esse ano a competição contou com mais de 70 pilotos de 15 nacionalidades. 120.000 pessoas foram prestigiar o evento.

O campeão desse ano foi Sam Pilgrim (UK), ele encaixou uma sequência com um backflip table top, depois de um backflip no hand e finalizou com um 720 e 360 tailwhip.

A competição paralela Panasonic Best Trick, foi vencida por Andreu Lacondeguy (ESP), com um double backflip.

Vejam o vídeo dos melhores momentos

Resultados

1 Sam Pilgrim (GBR / NS Bikes)
2 Yannick Granieri (FRA / Commencal)
3 Greg Watts(USA / HARO)
4 Martin Söderström (SWE / Specialized)
5 Mehdi Gani (FRA / Probikeshop)
6 Sam Reynolds (GBR / DMR Bikes)
7 Tomas Genon (BEL / UMF)
8 Szymon Godziek (POL / Dartmoor Bikes)
9 Bartek Obukowicz (POL / NS Bikes)
10 Pavel Vishnevi (RUS / Blackmarket Bikes)
11 Antony Rocci (FRA / Rick the World)
12 Tomas Zejda(CZE / Dartmoor Bikes)
13 Jakub Vencl (CZE / Rose Versand)
14 Niki Leitner (AUT / YT Industries)
15 John Alm Högman (SWE / Scott Bikes)

Best Trick

1 Andreu Lacondeguy (ESP / Mondraker Bikes)
2 Tyler McCaul (USA / GT Bikes)
3 Greg Watts (USA / HARO)

Moda & Bicicletas: Bolsas de mão Pra Quem Pedala

Dica do CycleChic

A Bungee Handbag criou uma linha de bolsas de mão que foram feitas para serem colocadas e presas em bicicletas. Elas podem ser presas em racks ou nos guidões.

Além de possuir um elástico que prende a bolsa na bicicleta, ela também possui tecido resistente a água, bolsos para colocar pisca-pisca e divisores internos.

Muito interessante para quem utiliza a bike como meio de transporte.

Veja alguns modelos:

Nuvem de tags