Arquivo para a categoria ‘Nacionais’

Tour do Rio: A maior competição ciclística da America do Sul vai começar!

O Tour do Rio 2011

A segunda edição do Tour do Rio, que em dois anos já é considerada o maior evento do gênero na America do Sul, será realizada entre os dias 27 e 31 de Julho. A competição percorrerá 800km, divididos em 5 etapas, pelas estradas do estado do Rio de Janeiro e visitará diversas cidades.

A competição participa do calendário internacional do ciclismo e vale pontos para o Ranking da UCI. O vencedor do Tour do Rio ganhará 40 pontos no Ranking. Essa competição será a última competição das Américas válida pela UCI, antes dos jogos olímpicos de Londres em 2012. Isso trouxe uma importância extra para a competição, tanto para equipes brasileiras como para equipes estrangeiras.

A pontuação na competição pode colocar classificar atletas para as olimpíadas. Portanto todos os ciclistas estarão dando o seu máximo para conseguir esses lugares nos jogos olímpicos. Outro fator que ajudará na motivação dos atletas é a premiação, no total serão R$200 mil.

O competição deve contar com 18 equipes, 10 nacionais e 8 estrangeiras.

As etapas

(clique nas imagens para aumentar)

1ª Etapa – Rio de Janeiro -> Angra dos Reis (149,9km)

2ª Etapa – Volta Redonda -> Três Rios (166km)

3ª Etapa – Três Rios -> Teresópolis (120,3km)

4ª Etapa – Teresópolis -> Rio das Ostras (197,6km)

5ª Etapa – Rio das Ostras -> Rio de Janeiro (183,9km)

Para mais informações acesse o Site oficial do Tour do Rio

Oakley Obike Tour 2011 – Um evento muito show de MTB em Santa Catarina

Foto: Fábio Forner/ Oakley Obike Tour

Esse é o segundo ano que o Oakley Obike Tour é realizado em Santa Catarina. Foram 5 dias de muita festa sobre duas rodas. Foram diversas competições das mais variadas categorias do Mountain Bike: Pump Track, Downhill, Pit Bike, Trial e outros. Cada dia do competição foi realizado em uma cidade diferente e com percursos destintos.

A região de Santa Catarina possui uma cultura bastante interessante que estimula o uso da bike. Além de muitas regiões perfeitas para a prática do MTB. Por isso o lugar foi escolhido para sediar o evento. Vejam nos vídeos que lugar SHOW!

A cobertura do evento, que aconteceu no final de Junho/2011, foi feita pela galera da ESPN Brasil. O reporter esportivo, e experiente piloto e motos e bikes Kdra, acompanhou todos os dias do evento e aproveitou para curtir os trajetos junto com os competidores.

Vejam os vídeos das etapas!

Dia 1

Dia 2

Dia 3

Dia 4

Dia 5

Pinda domina a 9 de Julho!

A Prova Ciclística 9 de Julho, disputada no autódromo de Interlagos neste sábado (9) teve o domínio da equipe Funvic/Marcondes César, de Pindamonhangaba, em sua 68ª edição. Na categoria masculina, venceu Roberto Pinheiro da Silva, com um sprint que lhe valeu o tempo de 1h34min27 para o primeiro lugar. Na feminina, ganhou a cearense Fernanda da Silva Souza, com 27min28s para as 16 voltas.

Por causa do vento, a disputa da prova não teve fugas – o pelotão foi homogêneo -, com os ciclistas se poupando para a última volta.
Roberto, 28 anos, destacou o trabalho de equipe “e a sorte, porque a temperatura estava mais alta na nossa largada”.

– É minha primeira vitória na 9 de Julho. Este ano também estive no pódio da Copa América, quando fiquei na segunda colocação.
Fernanda, 29 anos, contou que foi sua quarta 9 de Julho – no ano passado, foi segunda colocada.

– Mesmo com o vento forte da manhã consegui, junto com minha equipe, fazer um bom resultado.

A prova contou pontos para o ranking da Confederação Brasileira de Ciclismo e teve a participação de cerca de mil ciclistas em dez categorias – Federados: Elite Feminina (Elite/JR), Elite Masculina (Elite/Sub 23), Open Master, Open Sênior Masculino, Open Speed (Sub 30/Sênior A/Universitários), e Júnior Masculino; Não Federados: Livre Feminino (MTB ou Speed), Speed Masculino, MTB Masculino e Passeio.

Os resultados:

1) Roberto Pinheiro da Silva (Funvic/Marcondes César/ Pindamonhangaba), 1h34min27s; 2) Edgardo Simon (Padaria Real/Sorocaba), 1h34min28s; 3) Glauber Silva (Suzano/Trotz/Microsifht), 1h34min28s; 4) Jean Carlos Coloca (Clube São José dos Campos/ Canodalle), 1h34min28s; 5) Geraldo da Silva Sousa Júnior (São Lucas/Giant/Ciclo Ravena /UAC), 1h34min28s.

1) Fernanda da Silva Souza (Funvic/Marcondes César/Pindamonhangaba) 27min28s; 2) Valquiria Pardial (Funvic/Marcondes César/Pindamonhangaba) 27min39s10; 3) Debora Gerard (Funvic/Marcondes César/Pindamonhangaba) 27min39s; 4) Janildes Silva (Clube São José dos Campos) 27min40s; 5) Rosane Kirch (Forno Dasolo/Colavita) 27min40s.

A Rede Record transmitirá os Jogos Olímpicos de Londres-2012 com exclusividade na TV aberta brasileira, e também pela internet. A emissora também detém os direitos de transmissão dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara-2011 e Toronto-2015, e da Olimpíada do Rio de Janeiro-2016.

fonte: R7

Amanhã tem 9 de julho!

Uma das maiores provas do calendário do ciclismo brasileiro terá sua 68ª edição realizada no Autódromo de Interlagos em São Paulo. Além da categoria Elite, principal atração do dia, serão realizadas mais 9 provas de outras categorias no mesmo dia. Essa categorias são divididas entre atletas federados e não federados e com separação por idades.

No ano passado, o argentino Francisco Chamorro, e a brasileira Débora Gerhard, ambos da equipe Scott/Marcondes Cesar, foram os vencedores. Chamorro completou as 20 voltas com o tempo de 1h58min32seg212, enquanto Débora fez a cinco voltas na traçado de Interlagos em 35min06seg097.

A largada da Elite será feita as 9:45 da manhã de sábado. As principais equipes do país estão confirmadas no evento, a organização da prova divulgou a lista de algumas das equipes confirmadas:

  • Dataro/Foz do Iguaçu/Itaipu Binacional,
  • São Lucas/Giant/Ciclo Ravena/UAC,
  • Clube São José dos Campos/Cannondale,
  • Suzano/TrotZ/MicroShift,
  • Angio Corpore/PilatesStudio/ Fisk/Ciclo Assunção,
  • Forno Dasolo/Colavita, Altolim/ Assis
  • Novo Projeto/Itapira

Programação da prova

  •  9h45min: Elite Feminina (Elite/JR), cinco voltas; e Open Sênior, cinco voltas;
  • 11h: Elite Masculina (Elite/Sub23), 20 voltas;
  • 13h: Open Speed, oito voltas, Open Master, cinco voltas, e Jr. Masculino, cinco voltas;
  • 14h: Livre Feminino, três voltas;
  • 14h30min: Speed Masculino, cinco voltas, e MTB Masculino, três voltas;
  • 15h30min: Passeio, 45 e 50 minutos.

Jump Festival BMX – 2011

Matéria do Final Sports

Nesta sexta edição do Jump Festival, que acontece entre os dias 31 de março e 3 de abril, o BMX é uma das atrações do evento. De volta à Jacareí (SP) – na Arena montada na Avenida Getúlio Dorneles Vargas, em frente ao 41º Batalhão da Polícia Militar -, que também foi sede da terceira edição, em março de 2010, o evento deve atrair ainda mais competidores do interior de São Paulo e de outros estados do país.

“Nós já temos confirmados atletas do Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina, Minas Gerais, Goiás e Ceará, por exemplo. O BMX também é muito forte no interior de São Paulo, e tem bastante gente vindo de Amparo, Jundiaí, Vinhedo e Bragança Paulista, além de cidades do Vale do Paraíba, vizinhas de Jacareí, como Lorena, Taubaté e São José dos Campos. Novamente teremos disputas de alto nível, tanto no vertical como no street park”, comentou Paulo Charaba, coordenador técnico da modalidade no Jump Festival.

A competição é acirrada e emocionante, e é preciso muita coragem e técnica para superar os obstáculos das pistas e os adversários. O half-pipe é o mesmo utilizado em outras importantes competições como o X Games Brasil e o Rio Vert Jam, com 4,2 metros de altura e 15 metros de largura.

O street park têm quase 1.000 metros quadrados, um dos maiores do Brasil, e simula obstáculos encontrados nas ruas, como escadas, corrimãos e ladeiras, entre outros. Nestas pistas, os atletas apresentam manobras radicais e voam alto para vencer no maior campeonato de esportes radicais do Brasil.

Acostumado a estar no pódio do Jump Festival no BMX Street, Leandro Cañas ressaltou a competitividade do evento.

“A cada etapa o nível está mais alto, profissional mesmo, por isso, mais difícil para conquistar bons resultados. Tenho treinado bastante no street, especialmente agora, perto do campeonato. Infelizmente, não consigo praticar tanto no vertical, porque não tem uma half na minha cidade, mas vou participar da disputa mesmo assim”, disse o atleta de Vinhedo (SP), que vai competir nas duas modalidades entre as bikes.

E ainda, no “Best Trick Lost”, serão escolhidas e premiadas as melhores manobras no vertical e no street.

As inscrições são gratuitas e limitadas – 30 vagas para o Vert e 60 para o Street – e podem ser feitas no local do evento, a partir de quinta-feira. Os atletas contam com dois dias de treinos livres, antes das classificatórias, que acontecem no sábado (2) e as finais, no domingo.

4ª Copa de Mountain Bike DownHill – Salto/SP

Entre os dias 8 e 10 de abril, no Complexo Turístico de Lavras, será realizada a 4ª Copa de Mountain Bike DownHill Desafio da Santa. O evento acontece na cidade de Salto – SP.

Desde 2008, com o objetivo de incentivar o turismo sustentável na cidade, é realizada a Copa de Mountain Bike Downhill. O evento cresceu, ganhou projeção internacional e hoje faz parte do calendário oficial da Confederação Brasileira de Mountain Bike Downhill.

Esse ano, um equatoriano e quatro chilenos participarão da competição. São eles: Mario Jarrin (EQU) – campeão da Descida das Escadas de Santos 2011 -, Antonio Leiva (CHI), Kike Genova (CHI), Juan Pablo Valverde (CHI) e Veronica Miranda (CHI). Além de renomados atletas brasileiros como: Wallace Miranda, Djone Fornari e Luana Oliveira

Percurso

As trilhas selecionadas envolvem trechos em meio à mata nativa, em torno do rio Tietê, e iniciam-se em uma das maiores esculturas já construídas no país: o Monumento à Nossa Senhora do Monte Serrat.

Os pilotos descerão pela rampa em caracol (que fica no entorno da Santa), passarão por obstáculos surpresa e entrarão no Parque de Lavras. Somente após muitas barreiras naturais, o trajeto de aproximadamente 650m termina, na sede da antiga usina hidrelétrica que dá nome ao parque, às margens do rio.

Programação

  • 8 de abril (sexta-feira)

Treinos livres – 10 às 18 horas

  • 9 de abril (sábado)

Treinos livres – 9 às 18 horas

Confraternização entre pilotos – 20 horas

  • 10 de abril (domingo)

Treinos livres – 8 às 10 horas

Início da prova – 10h30

Premiação – 12 horas

fonte: Itu.com


Campeonato Interestadual de Mountain Bike – por Aldemir Rocha

Após uma temporada sem sua realização, por falta de incentivos de empresas que acreditam no esporte, ressurge com toda força o Campeonato Interestadual de Mountain Bike, durante 15 temporadas lançou diversos atletas para o cenário brasileiro e internacional e consagrou atletas olímpicos  como Marcio Ravelli, Renato Seabra e Jaqueline Mourão, sendo um marco para o esporte na modalidade das duas rodas, “é uma honra, junto com as empresas patrocinadoras contribuir para o crescimento do mountain bike”, disse Marcos, Diretor da MSPropag, empresa organizadora do evento.

A cidade de Jarinu/SP, localizada a 90km de São Paulo, foi palco da realização da 1* etapa, que contou com atletas de todas regiões do território brasileiro e acontecendo  grande disputas que ficara marcada na historia do mountain bike.

Umas dessas disputas aconteceu na categoria principal, foi a vitoria apertada  do atleta Elite  Rubens Valeriano – Merida/TMP/embalagens/Fox/Infanti, que precisou usar todas as táticas e experiência, para sagrar se campeão com uma mínima vantagem de 13 segundos de Daniel Carneiro – GUGA Team/Paulinia-SP/Focus.

Para prestigiar essa disputa e participar de outras mais, a Equipe Sertanezina SMEL/Unimed/Boi Gordo/Triex, esteve representada com diversos atletas nas mais de 20 categorias, sub-divididas por idades,  e pode colhe bons resultados;

Os destaques ficaram por conta dos atletas Adriano Gheregatti na categoria expert  e Priscila Colli, na categoria feminina A ( idade entre 19 a 29 anos) depois de muita disputa ficaram na 3 colocação nas categorias “Nada melhor que um resultado expressivo em um evento de tamanha grandiosidade  e nível técnico como o interestadual, estou muito feliz por mim e pela equipe e um pouco chateado pelo meu parceiro  Ed Carlos”disse Adriano, ressaltou que se não fosse o problema mecânico de Ed Carlos a equipe estaria representada com dois atletas entre os top 5, para Priscila, foi de extrema importância a prova, além do resultado positivo pode ganhar muita experiência para sua carreira, “Foi ótimo o resultado, um evento grandioso, com um circuito técnico que aos poucos minava os atletas, eu aprendi muito nesse terreno, pois é atípico do que estou acostumada a pedalar” relata Priscila, que estará intensificando seus treinamentos para o “Desafio do Sertão”que acontece e Sertãozinho/SP no dia 10/04 e a Copa Internacional de MTB logo em seguida, os demais resultados podem ser conferidos no portal oficial do evento:

Resultados

Fotos

Nuvem de tags