Arquivo para a categoria ‘Ciclismo’

Brasil, o país da hipocrisia.

Recebemos o vídeo abaixo de um dos amigos do Pra Quem Pedala no Facebook. Ele mostra a barbaridade que ocorreu durante o primeiro World Naked Bike em São Paulo em 2008.

Esse evento acontece pacificamente em diversas cidades de mundo, todos os anos. Aqui, quando ele aconteceu pela primeira vez, o que aconteceu? Polícia deu porrada, prendeu um ciclista, levou todo mundo pra delegacia. A alegação utilizada pelos policiais, foi com base no Art. 233 “Praticar atos obscenos em locais públicos”.

A grande hipocrisia desse ato, é que no Brasil, a maior festa do país é repleta de uma multidão de pessoas peladas em uma avenida. Pessoas aparecem peladas na televisão em horário nobre, além das baixarias de todos os tipos de mídia, é só passar na frente de uma banca de jornal, que tem foto de homem e mulher pelada pendurada do lado de fora da banca, enfim… Nesses casos, ninguém fala nada! Ninguém nunca viu entrar polícia na Sapucaí para prender alguém, nem algum orgão regulador limitar a programação da TV em horário nobre. É complicado!

Infelizmente no Brasil, a lei funciona de diferentes formas em diferentes situações, ou seja, não funciona direito para ninguém. São 500 pesos e 500 medidas.

Nas edições seguintes do evento, não ocorreram problemas. Ainda bem!

Vejam o vídeo, é bem bacana, vale a pena ver!

Anúncios

Ciclista é fechada por ônibus em SP e grava a discussão com o motorista. Vejam o vídeo

Infelizmente, continuamos a ser desrespeitados todos os dias por motoristas irresponsáveis, que não tem noção do que fazem. Vejam o que aconteceu com essa ciclista  em São Paulo.

Vejam a descrição da situação feita pela ciclista:

“Hoje por volta de umas 12h estava voltando de Pinheiros pra casa (Bela Vista) quando um ônibus me fechou na Paulista, pra variar. Parei pra conversar com o motorista, dar um toque, falar pra ir mais devagar, tomar cuidado com o ciclista, aquela coisa toda…

Só que o cara começou a ficar agressivo, como acontece quase sempre e começou a falar que ciclista era pra andar na calçada, porque a rua era muito perigosa e bla bla bla.

O farol abriu, ele jogou o ônibus em cima de mim (eu estava na faixa do lado da faixa do ônibus) e eu parei de novo do lado e perguntei: “cara, pra que isso?” e tive que ouvir um curto e grosso: “ué, toma cuidado. É você que vai morrer. Eu só vou assinar um B.O.”

Pois é. É bem capaz que isso aconteça mesmo. Se um cara atropela a Massa Crítica de Porto Alegre e anda solto por aí, que dirá um motorista de ônibus que atropelar “só um” ciclista…

Enfim, persegui o cara e fiz este vídeo.”

Nuvem de tags