Foto: Mathias

Tomara que funcione…!

A primeira Ciclo-Rota da cidade de São Paulo será inaugurada semana que vem. O percurso terá 15km e será no bairro do Brooklin entre a Praça do Cordeiro e a Avenida Roberto Marinho.

A ciclo-rota é diferente da ciclo-via e da ciclo-faixa. A ciclo-via é uma via separada, muitas vezes paralela ao caminho por onde passam os carros. A ciclo-faixa é uma parte da via dedicada aos carros que é exclusiva para ciclistas, como uma faixa de ônibus. Já a ciclo-rota é uma rua sem divisões ou separações, na qual o trânsito deve ser compartilhado entre carros e bicicletas, dando preferência SEMPRE as bicicletas.

No trecho onde será a ciclo-rota, foram pintadas bicicletas no chão e a velocidade máxima permitida para trânsito de veículos auto-motores foi diminuída para 30km/h.

A experiência já divide opiniões mesmo antes de ser iniciada. Como boa parte da população, por uma grande falta de conhecimento e cultura, não consegue entender um trânsito compartilhado. Alguns moradores ainda não assimilaram como vai funcionar a ciclo-rota.

Temos que torcer muito para que essa iniciativa seja um sucesso, uma vez que é um avanço importantíssimo na mudança de paradigmas da relação entre motoristas e ciclistas no país.

Matéria sobre a Ciclo-Rota

Anúncios

Comentários em: "Um avanço importante: A primeira Ciclo-rota de SP será inaugurada semana que vem!" (7)

  1. Parabens pela nova ciclorota a qual vira com o tempo auxiliar muito nós ciclistas e ira educar aos poucos pessoas que utilizam o automovel a entender e a respeitar a preferencia aos ciclistas. ficaria mais feliz se vocês pudessem desenhar a bike no chão da minha rua que passa uma rua acima da ciclo rota. minha rua é a rua conde d ´eu e uso a bike pra tudo desde 2009 e foi um presente quando acordei e dei de cara com o desenho das bikes nas ruas vizinhas a minha. Por favor pintem uma bike na minha rua .
    Patricia Sadalla Collese – ando com minha FELISA e vou muito bem pra todo lugar e vou chic e bem arrumada. Informações sobre a felisa acesse meu site : http://www.collesecorretora.com.br e leia, como tudo começou.

  2. Angela Quintanilha disse:

    Que notícia excelente para começar o dia ! Eu também faço tudo de bicicleta em S.Paulo e fiquei super contente. E noto que os motoristas de automóvel começam a ter mais respeito pelos ciclistas. Não há outra saída. Países da Europa também tiveram dificuldades no início, mas hoje em dia ninguém quer outra coisa, É mais saudável para as pessoas e para a natureza ! Gostaria de sugerir mais divulgação visando que mais ciclista tomem conhecimentos e os demais para terem mais atenção.

    • Realmente é bom demais ver que o ciclismo está se desenvolvendo e que os ciclistas estão sendo mais respeitados e vistos como pessoas, e não como simplesmente obstáculos ao trânsito!
      Abraço!
      Obrigado pelo comentário!

  3. […] máxima permitida para trânsito de veículos auto-motores foi diminuída para 30km/h. … Read More via Pra Quem […]

  4. […] a principal preocupação TEM QUE SER com a fluidez das pessoas e não dos carros. Além disso a Ciclorrota inaugurada no Brooklin é outra quebra de paradigmas nunca antes vista nessa cidade, onde a bicicleta é vista, legitimada […]

  5. Marcelo Blanco disse:

    A ciclorota é mais uma obra de marketing da PMSP, aliás 100% marketing. A prefeitura de SP demarcou o asfalto e afixou inúmeras placas indicativas (leia-se, gastou muito dinheiro) na ciclorota mas não tomou nenhuma, repito NENHUMA, providência para tornar estas rotas adequadas ao fluxo de ciclistas. Ao contrário, muitas das ruas indicadas são estreitas e de elevado tráfego de veículos o que as torna muito perigosas para os ciclistas. Percorro de carro diariamente várias das ruas que integram a ciclorota e observo que sequer foram tomadas providências básicas como proibir o estacionamento em um dos lados das ruas estreitas e de mão única, para permitir o fluxo paralelo de veículos e ciclistas. Outro detalhe: ainda não vi um ciclista sequer percorrendo esta ciclorota, provavelmente porque os ciclistas têm mais juízo do que a prefeitura e que o Kassab, que só quer mesmo é saber de gerar factóides autopromocionais. As outras “ciclovias” da cidade são meramente calçadas pintadas ou o aproveitamento de faixas de terreno sem uso, como a da Marginal Pinheiros, e não um esforço verdadeiro de se implantar uma modadildade alternativa de trasnsporte. Sou 100% favorável às ciclovias, mas ciclovias (e ciclorotas) de verdade!

  6. Alexandre Abdo Hadade disse:

    Parabens ao Prefeito de SP e aos cicloativistas, que sempre lutaram tanto pelos direitos dos ciclistas. Este é o início de uma trabalho de conscientização e de educação que ainda será muito duro. Agora tenho que sair……pedalando!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: