Matéria: O Estado de São Paulo

Ciclistas de São Paulo aproveitaram o feriado para repintar, arrumar o jardim e colocar placas no Memorial Márcia Prado. A bicicleta pintada de branco em um canteiro na Paulista lembra a morte da ciclista, atropelada por um ônibus em 2009, a poucos metros dali, na esquina com a Rua Pamplona. Os ativistas que fazem a manutenção do memorial reclamam que foram várias as tentativas de retirada da “ghost bike”, instalada sem todas as peças para evitar vandalismo. Segundo Willian Cruz, criador do site Vá de Bike, a bicicleta só não foi tirada até agora porque está presa em um pedaço de concreto. “O que está faltando é respeito.” A cidade tem ainda outras duas “ghost bikes”, nas Avenidas Luís Carlos Berrini e Vereador José Diniz.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: