Em 2006, Christophe Muthers apresentou na Eurobike um sistema hidráulico de troca de marchas para bicicletas. Porém, na época o sistema não foi bem aceito e Muthers não conseguiu produzi-lo em escala.

A Acros, marca alemã de componentes, que recentemente contratou Muthers, trouxe para o mercado o passador de marchas hidráulico, o “A-GE”.

Pequenos cilindros hidráulicos foram colocados dentro dos passadores de marcha no guidão. São conectados através de cabos hidráulicos até os câmbios dianteiros e traseiros da bicicleta. A troca de marcha é extremamente suave e precisa. O sistema é completamente selado, portanto teoricamente, após montado, não terá vazamentos e não requererá muita manutenção, somente limpeza.

O equipamento é bastante ajustável, possui configurações integradas para ser compatível com freios populares e suporta cassetes com 8, 9 e 10 velocidades.

Apesar de ter 248 partes móveis, o câmbio, feito em alumínio CNC, é extremamente leve, 150g mais leve que o SRAM XX e 175g mais leve que o XTR. Como tudo no ciclismo, o componente não é nada barato. Na Europa ele custa por volta de 1.599 Euros, nos EUA o preço ainda não foi definido.

fotos: James Huang/Bikeradar.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: