Matéria do Final Sports

Nesta sexta edição do Jump Festival, que acontece entre os dias 31 de março e 3 de abril, o BMX é uma das atrações do evento. De volta à Jacareí (SP) – na Arena montada na Avenida Getúlio Dorneles Vargas, em frente ao 41º Batalhão da Polícia Militar -, que também foi sede da terceira edição, em março de 2010, o evento deve atrair ainda mais competidores do interior de São Paulo e de outros estados do país.

“Nós já temos confirmados atletas do Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina, Minas Gerais, Goiás e Ceará, por exemplo. O BMX também é muito forte no interior de São Paulo, e tem bastante gente vindo de Amparo, Jundiaí, Vinhedo e Bragança Paulista, além de cidades do Vale do Paraíba, vizinhas de Jacareí, como Lorena, Taubaté e São José dos Campos. Novamente teremos disputas de alto nível, tanto no vertical como no street park”, comentou Paulo Charaba, coordenador técnico da modalidade no Jump Festival.

A competição é acirrada e emocionante, e é preciso muita coragem e técnica para superar os obstáculos das pistas e os adversários. O half-pipe é o mesmo utilizado em outras importantes competições como o X Games Brasil e o Rio Vert Jam, com 4,2 metros de altura e 15 metros de largura.

O street park têm quase 1.000 metros quadrados, um dos maiores do Brasil, e simula obstáculos encontrados nas ruas, como escadas, corrimãos e ladeiras, entre outros. Nestas pistas, os atletas apresentam manobras radicais e voam alto para vencer no maior campeonato de esportes radicais do Brasil.

Acostumado a estar no pódio do Jump Festival no BMX Street, Leandro Cañas ressaltou a competitividade do evento.

“A cada etapa o nível está mais alto, profissional mesmo, por isso, mais difícil para conquistar bons resultados. Tenho treinado bastante no street, especialmente agora, perto do campeonato. Infelizmente, não consigo praticar tanto no vertical, porque não tem uma half na minha cidade, mas vou participar da disputa mesmo assim”, disse o atleta de Vinhedo (SP), que vai competir nas duas modalidades entre as bikes.

E ainda, no “Best Trick Lost”, serão escolhidas e premiadas as melhores manobras no vertical e no street.

As inscrições são gratuitas e limitadas – 30 vagas para o Vert e 60 para o Street – e podem ser feitas no local do evento, a partir de quinta-feira. Os atletas contam com dois dias de treinos livres, antes das classificatórias, que acontecem no sábado (2) e as finais, no domingo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: